Dez coisas que você deve saber antes de reformar a casa

Por Redação Apontador em 30/12/2016

Reformar a casa é sempre tentador. Afinal, conforme os anos passam, as paredes ficam manchadas, o piso machucado e alguns acabamentos desgastados. Mas, apesar da vontade, muita gente sabe que fazer reparos na residência implica em gastos extras e uma possível dor de cabeça.

+ Quatro tutoriais para fazer um abajur decorativo

+ 6 maneiras de renovar a decoração da casa gastando pouco

Uma pesquisa realizada pela Officina Sophia Retail revelou que, apesar de terem a intenção, 57% dos brasileiros adiaram a reforma da casa em 2016. Para que a sua obra saia do papel, é importante estar atento a alguns cuidados básicos antes da reforma começar.

Confira algumas dicas para que a sua reforma ocorra sem estresse, com economia e bons resultados:

  • Defina o objetivo da reforma: faça um projeto e não esqueça de incluir todas as suas necessidades. Isso facilitará na hora de pesquisar preços, materiais e mão de obra
  • Divida o projeto em etapas: planeje a ordem da reforma, de cômodo em cômodo, e priorize os ambientes. Parta para a segunda etapa somente quando tiver finalizado a primeira
  • Consulte um profissional: procure ajuda de um engenheiro ou arquiteto para saber a melhor forma de começar, definir os custos e prazos da obra. Ele também poderá dar dicas de como otimizar a reforma e indicar alternativas mais baratas
  • Não compre nada com antecedência: primeiro estabeleça o planejamento da reforma e, então, compre apenas os materiais necessários
  • Avalie suas condições financeiras antes de dar início à reforma: se faça a seguinte pergunta: “Este é o momento de iniciar uma reforma?”. Além dos gastos iniciais, algumas surpresas podem surgir pelo caminho. Por isso, é sempre bom ter um dinheirinho reservado para contratempos
  • Supervisione cada etapa da reforma: é importante acompanhar o andamento da obra para evitar surpresas desagradáveis. Outra dica é testar o que já foi instalado e sempre questionar eventuais mudanças no projeto
  • Pagamento dos operários: nunca pague o valor total de imediato. Divida em algumas parcelas e conclua o pagamento quando a reforma estiver finalizada
  • Cuidados fundamentais: proteja sempre os móveis e o piso da casa com lonas, caixas de papelão ou plásticos bolha
  • Alvarás e licenças: consulte os órgãos públicos e solicite permissões para evitar multas, principalmente em caso de alterações na fachada e calçada do imóvel
  • Melhor momento para reformar: o ideal é iniciar este tipo de obra nos primeiros meses do ano, quando as contas estão mais organizadas.

Foto: Getty Images