Zona Azul digital começa a funcionar nesta segunda-feira em São Paulo

Por Patricia Machado em 11/07/2016

A partir desta segunda-feira, 11, começa a funcionar na cidade de São Paulo um novo formato de cobrança de Zona Azul. Na hora de estacionar o carro, o motorista poderá comprar uma folha ou um talão de Zona Azul através de um aplicativo de celular ao invés de usar os talões de papel.

+ O que avaliar na hora de contratar um seguro de carro?

+ Como funciona o curso de reciclagem da CNH?

Para ativar o serviço, será necessário baixar um aplicativo para celular. Até o momento, quem faz esse serviço é o app Estapar Vaga Inteligente (disponível para iOS e Android), Estacionamento Eletrônico (só para Android) e DigiPare (só para Android).

Após o download do app, o usuário precisa informar a placa do veículo, cadastrar um cartão de crédito e escolher o tempo de permanência na vaga. O preço do serviço será o mesmo cobrado nos talões de papel – R$ 5 para um cartão e R$ 45 para o talão virtual completo.

Dentre as principais vantagens desse novo serviço está a comodidade do condutor do veículo que pode alterar o tempo de permanência na vaga pelo celular ao invés de ter que ir até o carro para trocar o papel de Zona Azul.

A fiscalização também será eletrônica. O agente da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) deverá colocar o número da placa na máquina de fiscalização e receberá na hora as informações de pagamento do motorista. Com isso, a Prefeitura de São Paulo espera acabar com as fraudes que chegaram a R$ 50 milhões em 2015.

Foto: Divulgação