Carros

O que fazer em casos de acidente na estrada?

O que fazer em casos de acidente na estrada?

De acordo com um levantamento realizado pelo jornal O Globo, 156 mil acidentes ocorreram entre julho de 2014 e junho de 2015 nas estradas do país. A imprudência de muitos motoristas provocou 8 mil vítimas fatais e 100 mil feridos. Isso significa que 43% dos acidentes nas rodovias federais terminaram com mortos ou feridos.

+ Como fazer a revisão do carro para as férias

+ Cai número de motoristas que dirigem embriagados em São Paulo

Quando um acidente acontece, os envolvidos precisam saber exatamente o que fazer para conseguir evitar problemas maiores. O primeiro passo é saber que, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a omissão de socorro é crime, cuja pena varia de um a seis meses de prisão, além de ter que pagar uma multa no valor de R$ 957,70. Vale ressaltar que também é infração não preservar o local do crime ou deixar de colaborar para o registro da ocorrência.

Depois, para quem estiver em São Paulo, será necessário entrar em contato com o Corpo de Bombeiros (193) ou com o SAMU (192). Caso contrário, procure as entidades similares em sua região. Os bombeiros devem ser avisados quando a colisão ocorrer em locais instáveis ou que tenham perigo de fogo e existirem vítimas. Já o SAMU deve ser acionado quando houver qualquer tipo de acidente com vítima.

Além disso, será importante ligar para a Polícia Rodoviária Federal ou a Polícia Militar para avisar que o acidente ocorreu.

Como ajudar as vítimas?

Após um acidente, as pessoas que estiverem bem devem verificar o nível de consciência das vítimas. Por isso, é importante conversar com elas para mantê-las acordadas até a chegada da ajuda médica. Também é essencial que os feridos não sejam movimentados ou removidos do local do acidente. Isso poderá agravar o quadro e é considerado uma infração.

Breakdown

Para evitar a ocorrência de outro acidente, o motorista deve sinalizar para os demais condutores o local de colisão. O pisca-alerta do carro deve ser ligado e o triângulo do veículo deve ser posicionado a pelo menos 30 metros de onde ocorreu a batida.

Por fim, será necessário realizar um boletim de ocorrência para relatar o que aconteceu.

O que fazer quando não houve feridos?

Além de identificar o local da colisão para evitar outros acidentes, será necessário entrar em contato com a Polícia Militar ou com a Polícia Rodoviária Federal para relatar o incidente ocorrido. Por isso, tenha em mãos os dados dos condutores, os dados do veículo e o endereço do local e horário em que a batida aconteceu.

Após essa etapa, os condutores devem verificar se os carros têm condições de locomoção para serem retirados da estrada e não atrapalharem o trânsito. O motorista também terá que contratar um serviço de guincho para levar o veículo até uma oficina.

Foto: Getty Images

Mais em Carros

toyota - divulgacao

Toyota financiará carro voador desenvolvido por seus funcionários

Mariana Castro24/05/2017
electroad - reproducao

Estrada que carrega veículos elétricos é testada em Israel

Mariana Castro23/05/2017
showroom singapura - divulgacao

Concessionária inova e vende carros de luxo em máquina de quinze andares

Mariana Castro18/05/2017
pneus que se movem - reproducao

Motorista cria pneus que se movem para todos os lados no Canadá

Patricia Machado15/05/2017
cnh ganha qr code - divulgacao

CNH passa a ter código QR-Code para evitar fraudes e falsificações

Patricia Machado10/05/2017
uber taxi aereo - divulgacao

Uber lançará táxi aéreo até 2020

Mariana Castro08/05/2017
Happy customer just bought a car

Ford cria projeto para achar o cheiro de “carro novo” perfeito

Mariana Castro04/05/2017
pneu que nao precisa ser inflado - imagem 1 - divulgacao

Empresa lança pneu para bicicleta que não precisa ser inflado

Patricia Machado02/05/2017
Aerial View of Marginal Tiete, Sao Paulo, Brazil

Motos não poderão circular na pista central da Marginal Tietê à noite

Patricia Machado28/04/2017
pista de kart - divulgacao

Navio de cruzeiro terá pista de kart da Ferrari

Mariana Castro28/04/2017
Driver sitting in his bus

Cansaço e assaltos são os principais problemas para motoristas de ônibus, mostra pesquisa

Mariana Castro03/04/2017
vespa mais antiga do mundo - imagem 1 - reproducao

Vespa mais antiga do mundo será leiloada na Itália

Patricia Machado28/03/2017
Teddy

Número de mortes por atropelamento cresce 46% em São Paulo, aponta estudo

Patricia Machado27/03/2017
woman using navigation on mobile smartphone

Waze vai lançar serviço de caronas no Brasil

Mariana Castro26/03/2017
In troubles - unhappy woman in car

Pesquisa mostra que mais de 80% dos brasileiros já sentiram sono na estrada

Mariana Castro26/03/2017