O que é o seguro auto popular?

Por Mariana Castro em 07/06/2017

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) divulgou, em abril do ano passado, a nova regulamentação a respeito de seguros de automóveis. Desde o segundo semestre de 2016, seguradoras passaram a oferecer uma nova opção para os motoristas, o Seguro Auto Popular. Ele é uma opção mais acessível de seguro, uma vez que 70% da frota de carros ainda circula sem proteção.

+ O que avaliar na hora de contratar um seguro de carro?

+ Bati o carro, e agora? Saiba o que fazer em caso de acidente

O novo produto tem como objetivo estimular a inclusão securitária, incentivar novas oportunidades de negócio para o corretor e contribuir para a sustentabilidade do setor, já que utiliza peças de desmontagem em seus consertos. Esse é o maior diferencial da modalidade popular, que permite também a utilização de peças de reposição ao invés de originais. As peças são novas e similares às dos fabricantes de veículos. Desta forma, a redução do preço pode chegar até 30% em relação ao seguro tradicional.

Ainda é reduzido o número de empresas que oferecem o produto, mas estima-se que a frota de automóveis segurados aumente 10% nos próximos cinco anos com a implementação do seguro. A Azul Seguros, da Porto Seguro, e a Tokio Marine são algumas das empresas que já oferecem o serviço. Em ambas, ele é destinado aos automóveis que foram fabricados nos últimos cinco anos.

No caso da Azul, o seguro popular está disponível, inicialmente, em São Paulo e oferece cobertura básica para colisão e incêndio, assim como a Tokio Marine, além de roubo e furto. Ainda há outros benefícios, como assistência 24 horas e guincho. “O seguro popular é um produto mais enxuto, com as coberturas necessárias”, explica Gilmar Pires, superintendente de negócios da Azul Seguros.

+ 11 dicas para fazer um bom negócio na hora de comprar ou vender um carro usado

O Seguro Popular é oferecido com algumas restrições, que limitam o público que pode desfrutar dele. “Os veículos cobertos são, basicamente, os nacionais, populares e de médio porte”, afirma Gilmar. No caso da Tokio Marine, a lista é mais reduzida, com apenas doze modelos de automóvel atendendo aos critérios.

Foto: Getty Images