Usuários do Tinder são insatisfeitos com a aparência, conclui pesquisa

Por Patricia Machado em 05/08/2016

Os aplicativos de namoro são populares entre os solteiros. No entanto, uma nova pesquisa revelou que os usuários do Tinder, um dos apps para encontrar a sua cara-metade, são mais insatisfeitos com a sua aparência do que as pessoas que não utilizam o aplicativo.

Casal aceita desafio de ficar algemado por 24 horas; Veja o que acontece

Conheça o app brasileira de paquera para veganos

O estudo foi comandado pela Universidade do Norte do Texas, nos Estados Unidos, e foi apresentado na convenção anual da Associação Psicológica Americana. Os cientistas envolvidos no projeto entrevistaram 1.300 pessoas, em sua maioria estudantes de graduação.

Durante a fase de pesquisa de campo, os voluntários responderam um questionário sobre o seu comportamento no Tinder, sua impressão com a própria imagem, fatores socioculturais, o que esperavam de um relacionamento e sobre o seu bem-estar psicológico.

tinder

Ao computarem os resultados, os cientistas descobriram que os participantes que utilizavam o Tinder eram mais insatisfeitos com a sua aparência do que as pessoas que não usavam o aplicativo. Além disso, os homens da pesquisa que usam o app de relacionamento relataram ter níveis mais baixos de autoestima do que as mulheres que também são usuárias do Tinder.

“Descobrimos que estar ativamente envolvido com o Tinder, independentemente do sexo do usuário, foi associado à insatisfação, vergonha e monitoramento do corpo, internalização de expectativas sociais de beleza, comparação física para com os outros, e dependência de se informar sobre a aparência e atratividade”, disse Jessica Strubel, uma das autoras da pesquisa, ao Daily Mail.

Foto: Thinkstock / Divulgação