Estudo descobre por que as mulheres fingem o orgasmo

Por Mariana Castro em 11/07/2016

Não é de hoje que se ouve que muitas mulheres são capazes de fingir um orgasmo durante uma relação sexual. Algumas hipóteses reveladas em pesquisas anteriores disseram que isso acontece porque aumenta excitação da mulher e também pela vontade de agradar o parceiro. Entretanto, um estudo recente descobriu uma terceira hipótese para isso: as mulheres podem fingir um orgasmo para tentar acabar mais rápido com um sexo indesejado.

+ Homens também fingem o orgasmo, descobre pesquisa

+ Atividade sexual pode ser encara com um exercício físico, diz pesquisa

Pesquisadoras da Ryerson University e da St. Thomas University, ambas no Canadá, entrevistaram 15 mulheres com idades entre 19 e 28 anos. Apesar do número de entrevistadas não ser expressivo, o resultado apresentado revelou uma questão importante.

Durante a fase de entrevistas, as voluntárias deveriam falar sobre seu comportamento em relações consensuais. No entanto, todas as participantes acabaram relatando experiências obtidas através de uma relação sexual  indesejada.

De acordo com elas, o objetivo da simulação de prazer sexual acontecia para tentar acabar com o que chamaram de “sexo ruim”. Esse termo deveria ser usado para caracterizar uma relação insatisfatória ou decepcionante, mas acabou sendo usado para descrever o tipo de sexo que vai além do controle da mulher. Apesar disso, nenhuma delas mencionou as palavras “estupro” ou “coerção”, mesmo que muitas das experiências descritas por elas pudessem ser categorizadas como tal.

O código utilizado por essas mulheres demonstrou um problema cultural, já que muitas vezes as mulheres se envolvem em relações abusivas sem saberem que estão em uma. Por causa disso, a pesquisa concluiu que, ao invés de impedirem um sexo indesejado, as mulheres preferem fingir ter um orgasmo para conseguirem acabar rapidamente com a relação sexual.

Foto: Thinkstock