Estar solteiro custa mais caro do que estar namorando, conclui levantamento

Por Mariana Castro em 04/08/2016

Estar solteiro pode ser difícil. Suas tias não param de perguntar por que você ainda não está namorando, seus amigos comprometidos já não te acompanham em todos os programas e as aventuras nos aplicativos de relacionamento nem sempre dão bons resultados. Para piorar, uma pesquisa revelou que viver a vida de solteiro sai mais caro do que estar namorando.

+ Conversas sobre dinheiro ainda é um tabu para muitos casais brasileiros

+ Solteiros são mais ativos nas redes sociais

A Voucher Codes Pro, uma empresa londrina de cupons de descontos, traçou os gastos de mais de duas mil pessoas com idades entre 18 e 30 anos. O resultado revelou que um londrino comum gasta, em média, 5 mil libras – cerca de R$ 21 mil – a mais por ano se ele está solteiro.

Isso corresponde a 150 libras – cerca de R$ 630 – por semana, em comparação às 39 libras – cerca de R$ 163 – gastas por aqueles que já encontraram a sua cara-metade. É claro que devemos levar em conta a realidade da cidade de Londres, na Inglaterra, onde o estudo foi feito. Mas, se pensarmos na vida noturna agitada de São Paulo, por exemplo, é fácil concluirmos que a busca pelo par perfeito também não sai barata por aqui.

De acordo com o levantamento, idas a bons restaurantes – afinal, a comida será sempre aquele antigo, mas nunca velho, consolo – e saídas à noite são os principais gastos dos solteiros, seguidos de roupas. E, para piorar, os solteiros chegam a gastar três vezes mais em bebidas alcóolicas do que aqueles em que estão em um relacionamento. A pesquisa revelou que eles gastam em torno de 45 libras – cerca de R$ 190 – por semana, enquanto os pombinhos gastam 17 libras – cerca de R$ 71.

A diferença nos gastos foi atribuída ao fato de que a maioria dos casais divide as contas, enquanto os solteiros têm que se preocupar em sair mais vezes e estar sempre bem arrumados, afinal o amor da sua vida pode estar em qualquer esquina.

Foto: Thinkstock