Ciência descobre palavra que nunca deve ser usada em um relacionamento

Por Patricia Machado em 27/07/2016

Raros são os relacionamentos em que os parceiros não brigam. O problema é que o excesso de discussões pode desgastar o namoro e até culminar na separação dos amados. Para conter discussões bobas e desnecessárias, a ciência descobriu que é importante evitar o uso de uma palavra que pode causar ainda mais problemas para o relacionamento.

+ Games aproximam casais e contribuem para os relacionamentos

+ Descubra as palavras que você deve usar para se dar bem em sites de relacionamento

De acordo com a teoria de Jeffrey Bernstein, psicólogo da State University of New York, nos Estados Unidos, e especialista em relacionamentos, os casais não podem usar a palavra “deveria” durante uma discussão.

Ao ser pronunciado, o termo acaba passando a impressão de que a pessoa está controlando ou julgando de maneira excessiva o seu parceiro. Dessa forma, a palavra “deveria” acaba gerando sentimentos negativos e de raiva no ser amado e pode acabar agravando ainda mais a discussão.

Para evitar o uso dessa palavra, o psicólogo criou um exemplo para explicar a sua teoria. Ao invés de dizer “você deveria entender como eu me sinto”, por exemplo, a pessoa poderia optar por “eu adoraria que você pudesse refletir e tentar compreender como eu me sinto”.

“A maioria dos casais que eu atendo tem problemas de comunicação. É importante pensar com clareza no que será dito em uma discussão e evitar o uso de palavras que passem uma ideia negativa. Isso pode salvar um relacionamento”, explicou Jeffrey ao Psychology Today.

Foto: Thinkstock