Saúde e Bem-Estar

Trabalhar de casa deixa as pessoas mais felizes e produtivas

Trabalhar de casa deixa as pessoas mais felizes e produtivas

Se você está lendo esse post sentado em uma mesa de escritório, se possível, vá para casa. De acordo com um novo estudo realizado pelo aplicativo TINYpulse, conhecido por permitir que alguns empregados falem abertamente sobre os problemas da empresa, sem precisarem se identificar, trabalhar de casa deixa as pessoas mais felizes e eficientes.

+ Cinco dicas para trabalhar em casa sem abrir mão da produtividade

O aplicativo recolheu dados sobre o nível de satisfação de 509 trabalhadores remotos e 200 mil trabalhadores locais. Todos eles foram questionados sobre o quão felizes e valorizados se sentiam no trabalho em uma escala de 1 a 10.

Trabalhar ou estudar antes das 10h pode deixar as pessoas doentes ou estressadas

As pessoas que trabalhavam em casa marcaram seu nível de felicidade em 8,1, contra 7,42 de quem trabalhava no escritório. Eles também relataram se sentir mais valorizados: 7,75 contra 6,69. Outros 91% dos entrevistados disseram ser mais produtivos trabalhando remotamente.

A única área onde os funcionários vinculados ao escritório superaram os remotos foi na construção de relacionamentos com colegas de trabalho, que tende a ser o caso da maioria dos testes de eficácia do trabalho em casa.

Um experimento de 2015, publicado na Harvard Business Review, por exemplo, demonstrou que os trabalhadores cujos horários foram transferidos para uma configuração de home office mostraram um aumento de produtividade ao longo de nove meses em 13%. A empresa Ctrip, ficou tão satisfeita com os resultados que instituiu o home office como uma opção para todos. Porém, a maioria dos trabalhadores decidiu voltar para o escritório, desejando o contato com outras pessoas.

Outros estudos têm apoiado a ideia de que o home office é melhor do ponto de vista da produtividade. Portanto, para aqueles que não se incomodam com um pouco de solidão, não existiria nada melhor do que unir o útil ao agradável e trabalhar em uma manhã de segunda-feira direto do conforto da sua cama, não? 

Via Mic

Saúde e Bem-Estar

Mais em Saúde e Bem-Estar

camisa sonora - imagem 3 - reproducao

Camisa tecnológica permite que deficientes auditivos “sintam” músicas clássicas

Mariana Castro26/05/2017
Tired man being overloaded at work

Dormir pouco pode afetar a aparência e arruinar a vida social das pessoas, diz estudo

Mariana Castro24/05/2017
HIV blood sample

Anvisa registra primeiro teste rápido para detecção do HIV

Patricia Machado23/05/2017
Woman sitting curled up

Ansiedade não controlada pode evoluir para sérios transtornos psicológicos

Mariana Castro23/05/2017
young woman sitting on couch and blowing nose

Problemas respiratórios aumentam as chances de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro22/05/2017
Looking in mirror

França aprova lei que proíbe modelos extremamente magras

Mariana Castro22/05/2017
Hand Holding Small Marijuana Leaf with Cannabis Plants in Background

Anvisa reconhece Cannabis sativa como planta medicinal

Mariana Castro18/05/2017
Young woman picking her nails

Ansiedade: entenda o transtorno, sintomas e tratamentos

Mariana Castro16/05/2017
Fitness female athlete lifting weights in gym

Falar palavrões durante atividades físicas deixa as pessoas mais fortes, revela pesquisa

Mariana Castro12/05/2017
Pink breast cancer awareness ribbon in hand

Estudantes criam sutiã capaz de detectar sinais de câncer de mama

Mariana Castro11/05/2017
Woman hands holding cigarette outdoor.

Cigarro estimula produção de enzima que entope as artérias, conclui pesquisa

Mariana Castro10/05/2017
aula de cochilo - reproducao

Academia oferece aula de cochilo para queimar calorias e aliviar estresse

Mariana Castro09/05/2017
Close up of massage shoulder

Fazer massagem pode ser tão bom para o bem-estar quanto receber, revela estudo

Mariana Castro05/05/2017
Beautiful woman using mascara in bathroom

Dicas para manter os cílios fortes e saudáveis

Patricia Machado03/05/2017
Tired woman with tea in kitchen

Dormir muitas horas seguidas não compensa o ‘sono acumulado’, afirma pesquisa

Mariana Castro02/05/2017