Tomar café da manhã pode não ser tão importante quanto você pensava

Por em 31/05/2016

Com certeza você já ouviu que o café da manhã é a refeição mais importante do dia e que ignorá-lo pode levar ao ganho de peso, além de desacelerar o metabolismo e contribuir para o stress.

+ Lugares para tomar café da manhã

Porém, de acordo com um novo artigo do The New York Times, nossas crenças podem estar baseadas em investigações mal interpretadas e estudos tendenciosos — que são, basicamente, propagandas. Ou seja, tomar café da manhã pode não ser tão importante quanto você pensava.

O autor Aaron E. Carroll observa que quase todos os estudo sobre café da manhã sofrem de um “viés de publicação”. Há imprecisões dos relatórios de estudos que distorcem os resultados para ligar o pulo do café da manhã com a causa da obesidade. Carroll escreve: “Os relatórios utilizam indevidamente linguagem causal para descrever seus resultados e fazem com que as pessoas acreditem que pular o café da manhã é ruim”.

+ Consumir café faz você viver mais, diz pesquisa

Além disso, geralmente há conflitos de interesse por trás dos estudos, considerando que a maioria deles são financiados pela indústria de alimento. A Aveia Quaker, por exemplo, paga por um experimento que conclui que comer farinha de aveia ou cereais reduz o peso e colesterol. 

Desde crianças, nós estamos condicionados a acreditar que o café da manhã é essencial para nosso desempenho. Acontece que é porque a maioria das pesquisas voltadas para crianças destina-se a avaliar o impacto dos programas de merenda escolar.

Eles não levam em consideração que 15 milhões de crianças nos EUA passam fome em casa, então é claro que elas teriam um melhor desempenho na escola se comessem.

Em geral, você deve apenas seguir seu intestino. Se você está com fome de manhã, coma. Se você não está com fome, não ache que você está pecando por pular a primeira refeição do dia. Afinal, como diz o autor do artigo: “O café da manhã não possui poderes místicos”.

Via Elle