Tecnologia permite que cadeiras de rodas sejam guiadas por expressões faciais

Por Patricia Machado em 10/02/2017

Durante a Campus Party 2017, a startup brasileira Hoo.Box apresentou uma novidade que irá ajudar e aumentar a qualidade de vida de pessoas em situação de tetraplegia, que perderam completamente os movimentos dos braços e pernas. A empresa criou um software que permite que cadeiras de rodas sejam guiadas por expressões faciais.

+ Ford desenvolve cadeira de rodas que entra automaticamente no carro

+ Cinco objetos que extremamente sujos que tocamos diariamente

O projeto começou a ser desenvolvido em maio de 2016 durante algumas pesquisas realizadas por alunos de pós-doutorado da Universidade de Campinas, em São Paulo.

Para funcionar, a empresa criou um kit batizado de Wheelie 7. O software permite que as expressões faciais do usuário da cadeira de rodas sejam identificadas. A partir daí, ele consegue transformá-las em impulsos elétricos que irão movimentar a cadeira.

O sistema pode ser acoplado a qualquer cadeira de rodas motorizada, não exigindo uma marca ou modelo específico. A tecnologia custa três mil dólares (cerca de R$ 9.300).

Foto: Divulgação / Com informações da Veja