Relacionamentos são mais importantes para a felicidade do que o dinheiro, diz pesquisa

Por em 14/12/2016

O que é mais importante para a sua felicidade: manter bons relacionamentos ou ser dono de uma conta bancária recheada? Parece uma pergunta difícil mas, para um estudo conduzido pela London School of Economics, na Inglaterra, a resposta está muito clara.

+ Cientistas revelam onde está a felicidade no cérebro

+ Cinco dicas práticas para conquistar a felicidade

O estudo analisou as respostas de mais de 20.000 pessoas sobre o impacto de diferentes fatores na sua felicidade e bem-estar. Os resultados mostraram que questões psicológicas como a depressão e ansiedade são as que mais impactam negativamente a vida das pessoas. Em contrapartida, relacionamentos bem sucedidos são extremamente benéficos para a sensação de felicidade.

Grande parte da tristeza humana não está relacionada a fatores econômicos, mas a relacionamentos fracassados e doenças físicas e mentais. A cura da depressão e ansiedade seria capaz de reduzir a sensação de tristeza em 20%, enquanto a erradicação da pobreza contribuiria apenas 5% para a felicidade.

Richard Layard, um dos responsáveis pela pesquisa, acredita que os resultados são importantíssimos para revisarmos a maneira como conduzimos alguns aspectos da vida. “Essas evidências mostram que as coisas que mais impactam a nossa felicidade e tristeza são os relacionamentos e a saúde física e mental. Isso cobra um novo papel do governo – não de criação de riqueza mas de criação de qualidade de vida.”

Foto: iStock