Saúde e Bem-Estar

Redução de mamas: quando e como fazer?

Redução de mamas: quando e como fazer?

O Brasil é o segundo país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, segundo levantamento da International Society of Aesthetic and Plastic Surgery feito em 2015. E das mais de 72 mil opções de intervenções estéticas disponíveis, a redução de mamas está em 6º lugar no ranking brasileiro de procedimentos mais comuns.

Também conhecida como mamoplastia redutora, ela pode ser realizada tanto por motivos estéticos, quanto por necessidades funcionais. Combinados, esses fatores justificam o alto número de pacientes que se submetem à cirurgia.

+ Site permite que mulheres tirem dúvidas sobre próteses de silicone

Além do incômodo estético, a hipertrofia mamária, ou seja, mamas desproporcionais ao biótipo da mulher, pode causar dores crônicas nas costas e nos seios, além de vícios na postura. Limitações para exercer atividades físicas e cotidianas e dificuldades para encontrar sutiãs e biquínis apropriados também fazem parte do dia a dia de quem sofre com a condição.

“Além de querer eliminar os sintomas de dor, as mulheres são motivadas por um desejo de melhorar sua imagem corporal e o desempenho em atividades diárias”, diz a cirurgiã plástica Mônica Frasson. Por esses motivos, diversos fatores precisam ser levados em consideração na hora de determinar o peso do tecido mamário que será removido na cirurgia. O biótipo, idade, gostos e atividades da paciente devem estar em harmonia com o tamanho dos seios.

Smiling woman in bra

A hipertrofia mamária pode ser classificada como leve (até 500 gramas removidas), moderada (501 a 800 gramas), grave (801 a 1.000 gramas) ou gigantomastia (acima de 1.000 gramas removidas da mama). “Para avaliar a necessidade do procedimento, mede-se a relação da mama e do quadril, em uma proporção em que a medida da mama não ultrapasse a medida do quadril”, explica Frasson. A caixa torácica também serve como parâmetro para medir o caimento dos seios, não devendo ultrapassar a linha da axila.

+ Pesquisa revela novidades no tratamento do câncer de mama mais agressivo

+ As principais dúvidas sobre a primeira consulta com o ginecologista

Fatores como idade, gravidez e aumento de peso podem fazer com que os seios aumentem de tamanho ou caiam novamente, mesmo após a cirurgia. “Por isso, praticar atividades físicas regularmente e manter uma alimentação balanceada ajuda a prolongar o resultado por mais tempo”, pondera a médica.

Qualquer mulher que tenha hipertrofia mamária pode realizar o procedimento, mas o ideal é que o desenvolvimento da mama esteja completo, o que acontece por volta dos 17 anos de idade. “Existem exceções, entretanto, como quando a qualidade de vida da paciente está prejudicada, com dor nas costas ou desvio na postura, ou quando há um desenvolvimento acelerado de mamas já formadas”, acrescentou Frasson.

Fotos: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

Beautiful Norwegian landscape in the mountains

ONU divulga ranking com os países mais felizes do mundo

Mariana Castro22/03/2017
Drinking beer at bar

Pesquisa mostra que homens precisam consumir bebidas alcoólicas para socializar

Mariana Castro21/03/2017
Everything will be ok, I promise

Produtos infantis causam um acidente em bebês a cada 8 minutos

Mariana Castro21/03/2017
Happy Coffee Cup

Cafeína estimula enzima que pode prevenir demência, diz pesquisa

Mariana Castro20/03/2017
fat boy overweight. Tight shirt.

Cinco mitos sobre a obesidade infantil

Redação Apontador17/03/2017
Picture of pregnant woman holding heart sign to one side

Como funciona o processo de congelamento de óvulos?

Redação Apontador17/03/2017
Head full of thoughts when she is around

Praticar exercícios intensos pode afetar a libido dos homens, diz pesquisa

Mariana Castro16/03/2017
4 friends with drinks, sharing a pizza

Comer fora de casa aumenta as chances de sair da dieta, aponta estudo

Mariana Castro16/03/2017
Woman using mobile phone

Redes sociais aumentam a sensação de solidão, afirma pesquisa

Mariana Castro15/03/2017
I hate a vegetables! I'm not eating this!

Carência de ferro no organismo pode afetar o desenvolvimento físico e intelectual

Redação Apontador14/03/2017
Zika virus aedes aegypti Dengue chikungunya Mayaro fever human skin

Como se proteger da febre amarela?

Mariana Castro13/03/2017
doar-sangue-thinkstock1

Governo aprova novas regras para doação de sangue e transplante de órgãos

Mariana Castro13/03/2017
Mercury thermometer shows subfebrile temperature

Anvisa proíbe termômetros e aparelhos de pressão com mercúrio

Mariana Castro13/03/2017
Unhealthy white flour or dough

Dieta sem glúten pode trazer malefícios à saúde, diz estudo

Mariana Castro09/03/2017
Apple diet

Fazer jejum pode retardar o envelhecimento, afirma pesquisa

Mariana Castro09/03/2017