Saúde e Bem-Estar

Quando você come pode ser mais importante do que o que você come, dizem cientistas

Quando você come pode ser mais importante do que o que você come, dizem cientistas

Estudos da universidade Kings College London, na Inglaterra, e da Universidade de São Paulo sugerem que pessoas que pulam refeições, comem muito rápido ou tarde da noite podem ser menos saudáveis do que aquelas que fazem refeições regulares e sentadas à mesa.

+ Cinco alimentos que toda mulher deve comer para ser saudável na velhice

+ Alimentos que já foram considerados vilões da saúde e hoje são aliados de muitas dietas

De acordo com os cientistas envolvidos nas pesquisas, a importância de ter um horário fixo para realizar as refeições e de comer socialmente deveriam estar entre as diretrizes alimentares nacionais. Isso faria com que as pessoas prestassem mais atenção ao fato de que não somos, necessariamente, o que comemos.

Atualmente, existem cartilhas sobre o que se deve ou não comer. No entanto, ainda não se sabe ao certo quais refeições são responsáveis por proporcionar mais energia ao indivíduo. Gerda Pot, professora de nutrição da universidade inglesa e uma das autoras do estudo, acredita na veracidade do ditado “coma o café da manhã como um rei, o almoço como um príncipe e o jantar como um plebeu”.

“Apesar das evidências que sugerem que consumir mais calorias à noite está associado à obesidade, ainda estamos longe de entender se o correto seria consumir de manhã os alimentos que fornecem mais energia ou se seria melhor dividir a porção de alimentos energéticos ao longo do dia”, disse Gerda em entrevista ao The Times.

Os autores das pesquisas afirmam que ainda é necessário realizar outros estudos para descobrir se o horário irregular das refeições é capaz de causar o desenvolvimento de diabetes tipo 2, pressão alta e obesidade.

Foto: Thinkstock

Mais em Saúde e Bem-Estar

old woman looking in a window

Depressão na terceira idade: sintomas e tratamento

Mariana Castro27/04/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Excesso de sal na comida pode aumentar a sensação de fome, revela pesquisa

Mariana Castro27/04/2017
Iced cola

Refrigerante diet aumenta os riscos de AVC e demência, diz estudo

Mariana Castro25/04/2017
teenager lay on the floor in the room

Uso diário de dispositivos móveis pode prejudicar o sono das crianças, diz estudo

Mariana Castro24/04/2017
Fat on stomach

Mais da metade dos brasileiros está acima do peso, revela pesquisa

Mariana Castro24/04/2017
Friends in the cafe

Álcool compromete o cérebro mesmo sem causar embriaguez, diz pesquisa

Mariana Castro20/04/2017
Girl looking in the mirror

Cinco sinais de que sua pele está envelhecendo rápido

Patricia Machado19/04/2017
Businessman sleeping on the couch

Sonecas deixam as pessoas mais felizes, garante pesquisa

Mariana Castro18/04/2017
Pampering cream

Quatro hábitos que podem prejudicar a pele no inverno

Patricia Machado18/04/2017
Teen woman with headache holding her hand to head

Enxaqueca influencia no desenvolvimento de transtorno de ansiedade, conclui pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Woman doing yoga exercise

Meditar regularmente pode ajudar a reduzir o estresse, diz estudo

Mariana Castro17/04/2017
Portrait of a beautiful little girl with strawberry

Consumir frutas pode reduzir o risco de diabetes, aponta pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Sad little girl

Problema auditivo pode prejudicar o aprendizado das crianças na escola

Mariana Castro11/04/2017
mother teaching daughter to cut vegetables

Mitos e verdades da dieta vegana

Mariana Castro10/04/2017
assadura em bebes - istock

Dicas para tratar assaduras em bebês

Mariana Castro10/04/2017