Propaganda aumenta o consumo de bebida alcoólica entre adolescentes, alerta estudo

Por Mariana Castro em 12/09/2016

Um novo estudo comprovou o que já vem sido discutido há tempos: a publicidade pode, sim, influenciar o consumo de álcool entre os adolescentes. Mais do que isso, o estudo publicado no periódico científico Journal of Studies on Alcohol and Drugs revelou que a propaganda tem o poder de influenciar não apenas as marcas escolhidas pelos jovens, mas também a quantidade de bebida alcoólica ingerida por eles.

+ Estudo revela que jovens estão trocando refeições por bebidas alcoólicas

+ Adolescentes consomem menos refrigerantes se eles tiveram informações nutricionais no rótulo

A pesquisa evidencia a importância de regular a veiculação dessas propagandas, uma vez que elas estão aumentando a frequência com que menores de idade consomem bebidas alcoólicas. Feito por pesquisadores americanos, o estudo analisou a quantidade de anúncios de cerveja que mais de mil crianças e jovens, com idades entre 13 e 20 anos, assistia na televisão durante um mês.

Os resultados mostraram que aqueles que não viam nenhum comercial bebiam cerca de 14 doses de álcool. Para os que eram expostos a uma quantidade média de propagandas, o número subia para 33 doses e dava um salto para 200 doses consumidas por menores que assistiam uma grande quantidade de anúncios de bebida alcóolica.

+ Adolescentes brasileiros não comem frutas e adoram refrigerantes, diz pesquisa

Especialistas recomendam que pessoas dessa idade passem uma quantidade limitada de tempo em frente às telas, seja da TV, do computador ou do celular. “Essa pesquisa traz novas motivações para limitar esse tempo”, explicou Timothy Naimi, principal autor do estudo e professor da Universidade de Boston, nos Estados Unidos.

Foto: Getty Images