Saúde e Bem-Estar

Péssimas experiências no trabalho? Cuidado, elas podem lhe render problemas para a vida toda

Péssimas experiências no trabalho? Cuidado, elas podem lhe render problemas para a vida toda

Ao terminar a faculdade, a maioria das pessoas começa a procurar desesperadamente por um emprego. E, na ansiedade para viver uma primeira experiência profissional, é comum que alguns jovens aceitem ofertas ruins e acabem deixando de lado o desejo de conquistar o emprego dos sonhos.

Depois de conhecer os resultados de uma nova pesquisa conduzida pela Ohio State University, nos Estados Unidos, você chegará à conclusão de que talvez seja melhor ter calma e aceitar apenas uma proposta que, de fato, lhe agrade.

+ Dicas para se sair bem em uma entrevista de emprego

+ Quatro passos para mudar de emprego e fazer o que ama

A fim de entender os efeitos das primeiras experiências de trabalho dos jovens, os pesquisadores da universidade entrevistaram 6.432 voluntários com idades entre 25 e 39 anos para descobrir o nível de satisfação que eles tinham com seus empregos.

Depois, os voluntários foram divididos em quatro grupos: pessoas que não gostavam do emprego, pessoas que estavam satisfeitas com o trabalho, pessoas que observavam que o grau de descontentamento estava aumentando e pessoas que acreditavam que estavam começando a gostar do trabalho.

Através desta divisão, os cientistas compararam os níveis de saúde dos voluntários tendo como referência os que se diziam satisfeitos com o emprego. Ao analisar os resultados, eles descobriram que um emprego ruim é capaz de causar, ainda no início da idade adulta, depressão, distúrbios do sono e excesso de preocupação. Além disso, quem trabalha em um lugar em que não gosta pode desenvolver problemas emocionais, ter a sua saúde mental comprometida, apresentar dores nas costas e ficar resfriado mais facilmente.

Como alguns desses problemas podem se arrastar por anos a fio e se tornar cada vez mais complexos, os cientistas alertam para o fato de que uma experiência de emprego ruim logo no início da vida profissional pode causar problemas de saúde por toda a vida.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

Friends in the cafe

Álcool compromete o cérebro mesmo sem causar embriaguez, diz pesquisa

Mariana Castro20/04/2017
Girl looking in the mirror

Cinco sinais de que sua pele está envelhecendo rápido

Patricia Machado19/04/2017
Businessman sleeping on the couch

Sonecas deixam as pessoas mais felizes, garante pesquisa

Mariana Castro18/04/2017
Pampering cream

Quatro hábitos que podem prejudicar a pele no inverno

Patricia Machado18/04/2017
Teen woman with headache holding her hand to head

Enxaqueca influencia no desenvolvimento de transtorno de ansiedade, conclui pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Woman doing yoga exercise

Meditar regularmente pode ajudar a reduzir o estresse, diz estudo

Mariana Castro17/04/2017
Portrait of a beautiful little girl with strawberry

Consumir frutas pode reduzir o risco de diabetes, aponta pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Sad little girl

Problema auditivo pode prejudicar o aprendizado das crianças na escola

Mariana Castro11/04/2017
mother teaching daughter to cut vegetables

Mitos e verdades da dieta vegana

Mariana Castro10/04/2017
assadura em bebes - istock

Dicas para tratar assaduras em bebês

Mariana Castro10/04/2017
Mother and daughter

Filhos de mães mais velhas têm menos problemas comportamentais, diz estudo

Mariana Castro07/04/2017
woman tired of diet restrictions craving sweets chocolate

Psicólogos desenvolvem técnica para controlar compulsão por chocolate

Mariana Castro06/04/2017
boy and headphones

Jogar videogame pode ajudar no combate à depressão, afirma pesquisa

Mariana Castro05/04/2017
Woman Suffering From Stomach Ache

Itália planeja oferecer licença remunerada para quem sofrem com cólicas menstruais

Mariana Castro03/04/2017
Prescription Drug

Tomar anti-inflamatórios aumenta o risco de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro31/03/2017