Saúde e Bem-Estar

Pesquisa descobre como a fome influencia as atitudes das pessoas

Pesquisa descobre como a fome influencia as atitudes das pessoas

Quando estamos famintos, parece que nos transformamos em outra pessoa. Muitas vezes ficamos irritados e até paramos de racionar enquanto não conseguimos comer. Com base nessas experiências, uma pesquisa feita nos Estados Unidos quis entender qual era o poder da fome no organismo humano.

+ Cinco receitas de sanduíches saudáveis para matar a fome

+ Nutricionistas explicam o que pode estar te deixando sempre com fome

Para realizar o estudo, os cientistas do National Institutes of Health comandaram três experiências com ratos de laboratório. A primeira parte do estudo queria entender como animais com fome e sede se comportavam. Por isso, parte dos ratos estava passando fome e sede enquanto os demais estavam apenas com sede. Ao soltá-los em uma gaiola com água e comida, os animais que apresentavam as duas condições ignoraram a sede e procuraram a comida imediatamente.

Depois, os cientistas verificaram como a fome se sobrepõe à sensação de medo. Eles passaram uma substância química que é semelhante à de uma raposa em uma gaiola em que havia comida. Parte dos ratos estava com fome enquanto os demais estavam saciados. Ao soltarem os animais, quem estava com fome ignorou o medo e entrou na gaiola para pegar o alimento.

Por fim, a pesquisa fez um teste para entender como a fome abalava as relações sociais. Como feito nas experiências anteriores, parte dos ratos estava com fome. Além disso, na gaiola em que havia alimento também havia um rato porque esses animais são sociáveis e gostam de interagir com os demais. Quando libertados, os animais que estavam famintos ignoraram a presença do outro rato e procuraram a comida imediatamente enquanto os outros brincaram com o animal.

Com base nessas evidências, os pesquisadores concluíram que a sensação de fome é tão poderosa que ela faz com que as pessoas ignorem seus medos, amigos e até outras necessidades, como estar com sede. A pesquisa foi publicada no periódico Neuron

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017
Mexican chili con carne in a pan on a wooden

Comida apimentada pode reduzir o risco de morte, aponta pesquisa

Mariana Castro16/01/2017
portrait of happy young business man at office

Levantar durante o trabalho ajuda a queimar calorias, diz estudo

Patricia Machado16/01/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Reduzir o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, aponta estudo

Patricia Machado16/01/2017
Feeling sick and tired.

Pesquisa descobre como o estresse aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Mariana Castro15/01/2017
Woman meditating in the lotus position closeup

Meditação, Reiki e musicoterapia serão oferecidos pelo SUS

Patricia Machado13/01/2017
medium roast steak

Consumir carne vermelha em excesso pode causar doença intestinal, diz estudo

Mariana Castro13/01/2017
bonecas de proposito - reprodução

Aposentada cria bonecas terapêuticas para confortar crianças internadas

Mariana Castro13/01/2017
Boy using digital tablet while lying on rug at home

Uso excessivo de dispositivos móveis pode causar problemas de visão em crianças, diz estudo

Patricia Machado12/01/2017
projeto acucar - capa - reproducao

Projeto mostra a quantidade de açúcar em produtos industrializados

Patricia Machado11/01/2017
tired woman runner taking a rest after running hard

Fazer exercícios apenas no final de semana pode ser bom para a saúde, diz pesquisa

Mariana Castro11/01/2017
Woman smoker smoking a filter tip

Tabagismo deve causar a morte de 8 milhões de pessoas por ano até 2030, diz estudo

Patricia Machado10/01/2017