Saúde e Bem-Estar

Ouvir músicas tristes pode fazer você se sentir melhor

Ouvir músicas tristes pode fazer você se sentir melhor

Quem nunca teve uma playlist para aqueles momentos em que queremos “curtir” uma fossa? O que para uns pode parecer uma maneira de se afundar em uma melancolia sem fim, na verdade é uma forma de desencadear uma ampla série de emoções, além da tristeza. Pelo menos é o que diz a ciência.

Pesquisadores da Durham University, no Reino Unido, e da University of Jyväskylä, na Finlândia, chegaram à conclusão que ouvir músicas tristes pode fazer você se sentir melhor. Esse tipo de música pode levar a sentimentos prazerosos e confortantes, tudo depende das memórias que provocam. O estudo foi publicado no periódico científico Plos One

+ Ouvir música em casa deixa as pessoas mais felizes, inspiradas e sensuais, diz pesquisa

Os pesquisadores analisaram as experiências emocionais associadas às canções melancólicas de mais de 2 000 pessoas, buscando entender as razões que levam as pessoas a ouvirem essas músicas e os sentimentos envolvidos nisso. O que eles descobriram? Que, na maioria dos casos, o ânimo melhora.

É claro que isso depende muito da associação que o cérebro faz com a canção. Algumas pessoas demonstraram sofrimento ao ouvir tais músicas tristes — principalmente as que estavam associadas a casos de morte de alguém querido, divórcio, término de namoro ou outras adversidades significativas.

+ Spotify divulga as músicas mais ouvidas para correr

Disse o chefe da pesquisa, Tuomas Eerola: “Há pessoas que absolutamente odeiam músicas que soam triste e evitam ouvi-las. Em nossa pesquisa, quisemos investigar esse amplo espectro de experiências que as pessoas possuem com esse tipo de música e encontrar razões tanto para ouvir, quanto para evitar”.

Eerola tem esperança de que estes resultados possam ter uma aplicação prática em terapia musical. Ele acrescentou: “Os resultados nos ajudam a identificar as formas como as pessoas regulam seu humor com a ajuda da música, bem como a reabilitação musical e musicoterapia podem ajudar nestes processos de conforto, alívio e prazer”.

Via Daily Mail

Mais em Saúde e Bem-Estar

Tired man being overloaded at work

Dormir pouco pode afetar a aparência e arruinar a vida social das pessoas, diz estudo

Mariana Castro24/05/2017
HIV blood sample

Anvisa registra primeiro teste rápido para detecção do HIV

Patricia Machado23/05/2017
Woman sitting curled up

Ansiedade não controlada pode evoluir para sérios transtornos psicológicos

Mariana Castro23/05/2017
young woman sitting on couch and blowing nose

Problemas respiratórios aumentam as chances de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro22/05/2017
Looking in mirror

França aprova lei que proíbe modelos extremamente magras

Mariana Castro22/05/2017
Hand Holding Small Marijuana Leaf with Cannabis Plants in Background

Anvisa reconhece Cannabis sativa como planta medicinal

Mariana Castro18/05/2017
Young woman picking her nails

Ansiedade: entenda o transtorno, sintomas e tratamentos

Mariana Castro16/05/2017
Fitness female athlete lifting weights in gym

Falar palavrões durante atividades físicas deixa as pessoas mais fortes, revela pesquisa

Mariana Castro12/05/2017
Pink breast cancer awareness ribbon in hand

Estudantes criam sutiã capaz de detectar sinais de câncer de mama

Mariana Castro11/05/2017
Woman hands holding cigarette outdoor.

Cigarro estimula produção de enzima que entope as artérias, conclui pesquisa

Mariana Castro10/05/2017
aula de cochilo - reproducao

Academia oferece aula de cochilo para queimar calorias e aliviar estresse

Mariana Castro09/05/2017
Close up of massage shoulder

Fazer massagem pode ser tão bom para o bem-estar quanto receber, revela estudo

Mariana Castro05/05/2017
Beautiful woman using mascara in bathroom

Dicas para manter os cílios fortes e saudáveis

Patricia Machado03/05/2017
Tired woman with tea in kitchen

Dormir muitas horas seguidas não compensa o ‘sono acumulado’, afirma pesquisa

Mariana Castro02/05/2017
Taking a pic of food for social network site

Fotografar as suas refeições pode ajudar no emagrecimento, revela pesquisa

Mariana Castro02/05/2017