Oferecer ovo e amendoim durante a infância reduz o risco de alergias alimentares

Por Patricia Machado em 21/09/2016

Uma nova pesquisa pode ter encontrado uma maneira de reduzir o risco das crianças desenvolverem alergias alimentares. De acordo com os cientistas, os bebês devem ser alimentados com ovos e amendoim para diminuírem as chances de terem alguma alergia causada por comida.

+ Cientistas identificam um novo gosto para os alimentos

+ Cinco alimentos que toda mulher deve comer para ser saudável na velhice

O estudo, que é o maior já feito sobre as evidências de alergias alimentares em bebês, foi conduzido pela Imperial College London, no Reino Unido, e analisou o resultado apresentado por 146 pesquisas que já foram publicadas sobre o tema. Isso significa que os dados de 200 mil crianças foram verificados.

Os resultados mostraram que a introdução de ovo na dieta dos bebês com idades entre 4 e 6 meses reduzia a chance deles terem alergia ao alimento durante o seu desenvolvimento em 40%. Além disso, a pesquisa concluiu que os pequenos devem consumir amendoim por volta dos 4 aos 11 meses para reduzirem a probabilidade de se tornarem alérgicos a esse alimento em 70%.

Breakfast for kids

“Até agora, nós não aconselhávamos os pais a darem esses alimentos para os bebês e até pedíamos para que eles retardassem a introdução de alimentos alérgicos”, explicou Robert Boyle, líder da pesquisa, ao Science Daily.

Os cientistas também tentaram descobrir como impedir a alergia dos bebês a leite, peixe, amêndoas e trigo porque uma em cada vinte crianças no Reino Unido apresenta alergia a algum desses itens, mas eles não obtiveram nenhum resultado sobre o assunto.

A pesquisa foi publicada no periódico científico Journal of the American Medical Association.

Foto: Getty Images