Nova droga traz esperanças para quem sofre de Alzheimer

Por Mariana Castro em 29/07/2016

Um novo remédio parece, pela primeira vez, conseguir diminuir a deterioração do cérebro causada pelo Alzheimer. A descoberta é um sopro de esperança para os pacientes que sofrem com a doença.

A substância denominada LMTX tem se mostrado capaz de melhorar as atividades cognitivas e retardar o encolhimento do cérebro em pessoas que ainda não tomam nenhuma medicação e têm Alzheimer leve ou moderado.

+ Pessoas com Alzheimer compartilham as memórias que nunca querem esquecer; Assista

O estudo foi feito com 891 pessoas, das quais 85% já tomavam remédios para o controle da enfermidade. O LMTX não se mostrou eficaz nesses casos, mas promoveu uma redução de 33% a 38%, dependendo da dose, nos outros 82 participantes que foram tratados apenas com a substância.

O mal de Alzheimer afeta drasticamente as habilidades cognitivas de quem tem a doença. A nova droga, entretanto, proporcionou uma melhoria significativa nesse aspecto e na realização de tarefas do dia a dia após 15 meses de uso do medicamento.

Segundo o The Independent, o experimento foi o primeiro a testar uma droga que tem como alvo as proteínas tau do cérebro. O Alzheimer causa uma mudança na estrutura dessa proteína – o que leva aos sintomas da doença – e o LMTX interfere nesse processo.

+ Saiba como o estresse pode afetar seu cérebro

Desenvolvido pela Alzheimer’s Society, no Reino Unido, o estudo ainda precisa ser aprofundado. “Ainda há muitas perguntas a serem respondidas como, por exemplo, por que a droga parece não funcionar em quem já toma outro tipo de medicação para a doença, mas temos feito grandes avanços para, um dia, revertemos o quadro de quem sofre com a doença”, disse Doug Brown, diretor da pesquisa.

O mal de Alzheimer afeta 46,9 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a associação Alzheimer’s Disease International. Seus sintomas incluem esquecimento, desorientação, dificuldades na fala e na mobilidade, alucinações e mudanças na personalidade.

Foto: Thinkstock