Saúde e Bem-Estar

Mulheres preferem fazer depilação íntima mesmo que a atitude ofereça riscos, revela estudo

Mulheres preferem fazer depilação íntima mesmo que a atitude ofereça riscos, revela estudo

Apesar de especialistas afirmarem ser mais saudável manter os pelos pubianos, aparentemente as mulheres não têm dado ouvidos para isso. Uma nova pesquisa revelou que o número de mulheres que depilam a região é cada vez maior e diversas razões são atribuídas a isso.

+ Alimentação afeta o odor da vagina, diz sexóloga

+ Mitos e verdades sobre depilação

O novo estudo foi realizado nos Estados Unidos e publicado no jornal JAMA Dermatology. Das participantes entrevistadas, 84% aparavam os pelos ou se depilavam de alguma forma, sendo que 62% delas removiam todos os pelos da região íntima. Os resultados ainda revelaram que as mulheres brancas entre 18 e 34 anos são as que mais raspam ou depilam a área.

Segundo outra pesquisa promovida pela marca Gilette, a maior parte das atrizes pornográficas se depila completamente, o que faz as mulheres acreditarem que precisam disso para manter suas relações sexuais.

Mais que isso, o que outros estudos revelam é que elas acreditam ser mais higiênico se livrar dos pelos. Mas atenção, mulheres – principalmente as que sofrem com a dor da depilação a cada ida ao centro estético: as evidências científicas mostram exatamente o contrário.

Diversas complicações podem surgir do ato de depilar. Algumas delas são: alergias, pelos encravados e pequenas feridas que, juntamente ao calor e umidade da região, formam um ambiente propício para a proliferação de bactérias.

Vanessa Mackay, ginecologista membro do Royal College of Obstetricians and Gynaecologists, elencou ao The Independent os benefícios de manter os pelos pubianos:

  • Os pelos criam uma barreira natural para impedir o contato da vagina com vírus e bactérias
  • Os pelos são capazes de proteger a pele sensível da região da vagina
  • Os pelos controlam a umidade da área, diminuindo as chances de infecções por fungos
  • Os pelos ajudam na prevenção de herpes genitais, diminuindo o contato com a pele de alguém que pode já ter a doença

Foto: Thinkstock

Mais em Saúde e Bem-Estar

camisa sonora - imagem 3 - reproducao

Camisa tecnológica permite que deficientes auditivos “sintam” músicas clássicas

Mariana Castro26/05/2017
Tired man being overloaded at work

Dormir pouco pode afetar a aparência e arruinar a vida social das pessoas, diz estudo

Mariana Castro24/05/2017
HIV blood sample

Anvisa registra primeiro teste rápido para detecção do HIV

Patricia Machado23/05/2017
Woman sitting curled up

Ansiedade não controlada pode evoluir para sérios transtornos psicológicos

Mariana Castro23/05/2017
young woman sitting on couch and blowing nose

Problemas respiratórios aumentam as chances de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro22/05/2017
Looking in mirror

França aprova lei que proíbe modelos extremamente magras

Mariana Castro22/05/2017
Hand Holding Small Marijuana Leaf with Cannabis Plants in Background

Anvisa reconhece Cannabis sativa como planta medicinal

Mariana Castro18/05/2017
Young woman picking her nails

Ansiedade: entenda o transtorno, sintomas e tratamentos

Mariana Castro16/05/2017
Fitness female athlete lifting weights in gym

Falar palavrões durante atividades físicas deixa as pessoas mais fortes, revela pesquisa

Mariana Castro12/05/2017
Pink breast cancer awareness ribbon in hand

Estudantes criam sutiã capaz de detectar sinais de câncer de mama

Mariana Castro11/05/2017
Woman hands holding cigarette outdoor.

Cigarro estimula produção de enzima que entope as artérias, conclui pesquisa

Mariana Castro10/05/2017
aula de cochilo - reproducao

Academia oferece aula de cochilo para queimar calorias e aliviar estresse

Mariana Castro09/05/2017
Close up of massage shoulder

Fazer massagem pode ser tão bom para o bem-estar quanto receber, revela estudo

Mariana Castro05/05/2017
Beautiful woman using mascara in bathroom

Dicas para manter os cílios fortes e saudáveis

Patricia Machado03/05/2017
Tired woman with tea in kitchen

Dormir muitas horas seguidas não compensa o ‘sono acumulado’, afirma pesquisa

Mariana Castro02/05/2017