Mitos e verdades sobre a endoscopia

Por Patricia Machado em 05/12/2016

As chances de você já ter feito um exame de endoscopia ou conhecer alguém que passou pelo procedimento são grandes. A endoscopia é um exame comum porque ele que ajuda o médico a definir a causa de sintomas como dor no abdome superior, náusea, vômitos, dificuldades para engolir, além de detectar gastrites e úlceras.

+ Qual a função do carboidrato na dieta?

+ 5 alimentos que podem sabotar a perda de peso

No entanto, apesar de comum, alguns mitos sobre o assunto costumam assustar os pacientes. Muitos acreditam que o procedimento é demorado, dolorido e que o paciente passa muito tempo anestesiado após a realização do exame.

De acordo com Eduardo Guimarães de Moura, endoscopista do Hospital São Luiz, o procedimento para a realização do exame é simples. O paciente recebe uma pequena quantidade de líquido para ingerir, que serve para limpar as áreas a serem examinadas. Depois, um anestésico local é borrifado na garganta para permitir a passagem do aparelho com o mínimo desconforto e uma solução sedativa deixará o paciente mais relaxado. Então, o aparelho será passado através da boca para o esôfago, estômago e duodeno.

Apesar da simplicidade do exame, algumas complicações podem ocorrer ao longo do procedimento. Os riscos potenciais são reações aos medicamentos empregados, complicações de doenças pulmonares ou cardíacas, perfuração ou hemorragia. “Esses riscos são um pouco maiores após procedimentos terapêuticos como retirada de pólipos, por exemplo. É importante que o paciente reconheça sinais precoces de eventuais complicações como apresentar febre, dificuldade para engolir, dores importantes, vômitos ou fezes enegrecidas após o exame”, explica Eduardo.

Para evitar problemas, conheças alguns mitos e verdades sobre a endoscopia:

O exame demora? Mito

No total, o exame costuma durar cerca de 10 minutos.

Fazer endoscopia dói? Mito

Um anestésico local será borrifado na garganta para permitir a passagem do aparelho com o mínimo desconforto.

Não dá para respirar durante o exame? Mito

O endoscópio não interfere na respiração e não causa dor. Você pode se sentir um pouco estufado, uma vez que será necessário colocar certa quantidade de ar dentro do estômago para permitir o exame.

Não é possível se alimentar após o exame? Mito

Você poderá comer normalmente quando cessar o efeito do anestésico em sua garganta. Isso leva cerca de 45 minutos.

Não é possível dirigir após o procedimento? Verdade

Além de não poder dirigir após o procedimento, o paciente também não deve operar máquinas ou tomar decisões importantes pelo resto do dia. Mesmo que você se sinta normal, é sabido que a sedação diminui os reflexos e julgamento por várias horas.

É necessário estar acompanhado na data do exame? Verdade

O paciente permanecerá na área de repouso entre 30 minutos e uma hora até que os principais efeitos dos medicamentos usados desapareçam. Sua garganta poderá ficar um pouco dormente ou levemente dolorida e pode haver sensação de estufamento no abdome causado pelo ar colocado no estômago. Todos esses efeitos são leves e passageiros.

Todas as pessoas ficam eufóricas ou têm outras reações após o exame? Mito

O medicamento usado como sedativo manifesta apenas ações psicomotoras em alguns pacientes.

Foto: Getty Images