Menopausa pode acelerar o envelhecimento, diz pesquisa

Por Patricia Machado em 27/07/2016

Um novo estudo realizado pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, conseguiu traçar uma relação entre a menopausa e o envelhecimento. De acordo com os cientistas, mulheres que entram no climatério precocemente podem envelhecer mais rápido.

+ Cinco alimentos que toda mulher deve comer para ser saudável na velhice

+ Suco de cranberry pode ajudar na prevenção da gripe H1N1

Para chegar a essa descoberta, a pesquisa analisou amostras de DNA de mais de 3 000 mulheres ao longo de 15 anos para entender o que acontece com o corpo humano após a menopausa.

“Por décadas, os cientistas discordaram sobre se a menopausa causa o envelhecimento ou se o envelhecimento causa a menopausa. Nosso estudo é o primeiro a demonstrar que a menopausa faz você envelhecer mais rápido”, disse Steve Horvath, um dos líderes do estudo, ao Daily Mail.

Através da análise dos dados, os cientistas concluíram que a menopausa acelera em 6% o envelhecimento celular. Isso significa que se uma mulher entrou na menopausa aos 42 anos, o seu organismo estará um ano mais velho quando ela atingir 50 anos do que o organismo de uma pessoa que entrou no climatério somente aos 50 anos.

Além disso, a pesquisa constatou que distúrbios do sono também são capazes de influenciar no envelhecimento. Mulheres que sofrem de insônia durante a menopausa podem envelhecer até dois anos quando comparadas com mulheres que estão na menopausa e não têm problemas para dormir.

Foto: Thinkstock