Jantar depois das 19h aumenta o risco de ataque cardíaco, aponta pesquisa

Por Patricia Machado em 05/09/2016

Uma nova pesquisa realizada por cientistas da Universidade Dokuz Eylül, na Túrquia, descobriu que quem opta por jantar muito tarde tem mais chance de desenvolver problemas no coração e até sofrer um ataque cardíaco.

+ 5 dicas para não sair da dieta

+ Suco de cranberry pode ajudar na prevenção da gripe H1N1

O estudo tinha o objetivo de entender como o horário das refeições interferia na saúde das pessoas. Os pesquisadores observaram os hábitos de 721 pacientes hipertensos. De acordo com os dados obtidos, jantar menos de duas horas antes de dormir provoca um grande impacto sobre a pressão arterial, sendo ainda mais perigoso para a saúde do que uma dieta rica em sal.

“Nós devemos definir a frequência ideal e os horários das refeições porque como nós comemos pode ser tão importante quanto o que nós comemos”, disse Ebru Ozpelit, uma das autoras da pesquisa, ao The Telegraph.

refeicao saudavel salada - thinkstock

Os resultados do estudo revelaram que os voluntários que jantavam sem um intervalo de duas horas antes de irem dormir tinham 2,8 mais chances de manter a pressão alta durante a noite.

Isso acontecia porque, durante a refeição, o corpo começa a liberar determinados hormônios que estressam o organismo, fazendo com que a pessoa fique em sinal de alerta ao invés de relaxada. Além disso, a pressão elevada durante a noite aumenta os riscos das pessoas terem doenças no coração ou até sofrerem um ataque cardíaco.

Para ter uma vida saudável, a pesquisa orienta que as pessoas tenham um farto café da manhã e almoço. Já o jantar deve ser mais leve e em menor quantidade e precisa ser servido até às 19h.

Foto: Getty Images / Thinkstock