Falta de sono pode prejudicar a fertilidade masculina, aponta estudo

Por Mariana Castro em 19/10/2016

Além do cansaço, das olheiras e do estresse, dormir pouco pode afetar a fertilidade masculina. É o que sugere um novo estudo da Universidade de Boston, nos Estados Unidos. Dormir menos de seis horas por noite reduz a chance de um homem engravidar uma mulher em até 43%. Ao mesmo tempo, a pesquisa constatou que dormir demais é tão ruim quanto: mais de nove horas de sono por noite reduzem as chances de ter um bebê em até 42%.

+ Qualidade de sono pode afetar o seu relacionamento, revela pesquisa

+ Falta de sono na infância aumenta o consumo de drogas e bebidas alcoólicas, aponta estudo

Participaram do estudo 695 casais, todos com mais de 21 anos de idade. Os pesquisadores observaram quantas horas os homens dormiram por noite durante 12 meses, até que o casal engravidasse. “Os homens que dormem de sete a nove horas por noite têm um risco mais baixo de problemas ligados à saúde”, falou ao Daily Mail a líder do estudo, Lauren Wise.

“Problemas com sono têm sido associados a baixas concentrações de espermatozóides e a níveis inferiores de testosterona”, disse ela. Uma noite mal dormida afeta a produção de testosterona, hormônio crucial para o comportamento sexual dos homens e responsável pelo crescimento dos espermatozoides. Isso acontece pois a maior parte da liberação diária de testosterona ocorre durante o sono.

+ Mulheres precisam de mais horas de sono do que os homens

Ainda é necessário um estudo mais aprofundado para reconhecer o mecanismo que causa essa alteração. Além disso, os pesquisadores buscam entender porque alguns homens precisam de mais horas de sono que outros. “Nossa teoria é de que há algo a ver com os testículos ou os hormônios do cérebro que fazem os testículos funcionarem”, falou Allan Pacey, professor de andrologia na Universidade de Sheffield, na Inglaterra.

Foto: Getty Images