Exercício físico melhora a qualidade dos espermatozoides, aponta estudo

Por Patricia Machado em 12/12/2016

A partir de agora, os homens têm mais um motivo para praticar exercícios físicos. Pesquisadores da Universidade de Úrmia, no Irã, descobriram que a atividade é capaz de aumentar a contagem e melhorar a qualidade dos espermatozoides. O resultado foi publicado na revista científica Reproduction.

+ Falta de sono pode prejudicar a fertilidade masculina, aponta estudo

+ Como os métodos contraceptivos funcionam?

Para chegar a essa conclusão, os cientistas contaram com a colaboração de 261 homens. Eles eram saudáveis e sedentários e não tinham problemas de fertilidade. Ao longo de 24 semanas, eles foram divididos em quatro grupos. O primeiro grupo não praticou nenhuma atividade física. Já o segundo realizou três treinos por semana de um treinamento de alta intensidade, enquanto as pessoas do terceiro grupo fizeram três sessões semanais de exercício moderado e as do último grupo realizaram três sessões por semana de exercício intenso.

Após o período analisado, os voluntários que praticaram exercícios perderam peso e passaram por testes para avaliar a qualidade do esperma. Todos os homens que realizaram alguma atividade física tiveram um aumento no número de espermatozoides saudáveis. Mas, a atividade física moderada, que significava correr 30 minutos na esteira, foi a que trouxe mais benefícios para o sistema reprodutivo masculino.

Os pesquisadores ainda estão tentando entender como o exercício foi capaz de melhorar a qualidade dos espermatozoides. Uma das teorias sugere que parte dos resultados obtidos aconteceu graças à perda de peso dos participantes.

O próximo passo é analisar se o exercício aumenta a fertilidade. Por isso, os pesquisadores querem descobrir se a rotina de atividade física pode aumentar as chances do espermatozoide fertilizar o óvulo.

Foto: Getty Images