Saúde e Bem-Estar

Descoberta de sistema de arquivamento no cérebro pode afastar pensamentos desagradáveis

Descoberta de sistema de arquivamento no cérebro pode afastar pensamentos desagradáveis

Assim como você guarda cartões de aniversário em uma pasta e documentos de banco em outra, o cérebro também mantém separadas boas e desagradáveis informações. Um novo estudo revelou que experiências prazerosas são armazenadas em uma parte da amígdala, que é um importante centro de memória no cérebro, enquanto experiências negativas são armazenadas em outra área.

+ Pesquisadores descobrem “interruptor” no cérebro que desliga para acordarmos

+ Escrever à mão ajuda no desenvolvimento do cérebro, apontam especialistas

Cientistas do RIKEN-MIT Centre for Neural Circuit Genetics, no Japão, também descobriram que neurônios positivos e negativos são diferentes geneticamente e podem ser manipulados para alterar certos comportamentos. Apesar do estudo ter sido feito com ratos, os pesquisadores acreditam que a descoberta de um sistema de arquivamento poderá ser aplicada a humanos e, no futuro, levar à cura da depressão.

Para identificar onde agiam os neurônios positivos e negativos, os ratos foram expostos a choques elétricos na pata, como uma experiência desagradável, e a companhias de ratos fêmeas, que foi uma experiência positiva. Cada uma das experiências deixou sua marca na amígdala, ativando neurônios em regiões distintas dela.

Os roedores ainda foram treinados a realizar certas tarefas quando submetidos às experiências, como ficar imóveis ao receber o choque elétrico. Mas, estimulando com luzes os neurônios associados ao comportamento em questão, era possível enfraquecê-lo, mesmo quando o rato já estava treinado a realizar.

+ Cérebro adolescente pode revelar futuros distúrbios mentais, aponta pesquisa

Isso significa que estimular os neurônios poderia enfraquecer o significado de experiências positivas ou negativas nas memórias armazenadas. “Pelo menos para a depressão causada por estresses e traumas, esse experimento pode apresentar uma forma de cura”, falou Susumu Tonegawa, líder do estudo, ao MailOnline.

Mais em Saúde e Bem-Estar

Male doctor checking mammography machine scan with patient woman

Dor nas mamas: quando é normal e quando é preciso investigar

Redação Apontador07/12/2016
A closeup of a woman doing yoga outside with two other women

Ioga se transforma em patrimônio da humanidade

Patricia Machado06/12/2016
Happy smiling child enjoys listens to music in headphones

Cientistas criam playlist capaz de reduzir a ansiedade e o estresse

Mariana Castro06/12/2016
The pregnant woman who has an examination

Maioria das mães brasileiras não planejava engravidar, aponta estudo

Patricia Machado05/12/2016
man in bed eyes opened suffering insomnia and sleep disorder

Dormir com raiva favorece a criação de memórias negativas, diz pesquisa

Mariana Castro05/12/2016
hands of Concerned Women for medical report written by doctor

Mitos e verdades sobre a endoscopia

Patricia Machado05/12/2016
Happy little girl outdoors

Falta de exposição à luz do dia contribui para o desenvolvimento de miopia, aponta estudo

Mariana Castro05/12/2016
HIV blood sample

Mais de 110 mil brasileiros têm o vírus do HIV e não sabem disso, aponta relatório

Patricia Machado01/12/2016
Selection of tropical fruits on white background

Laranja e abacaxi são os alimentos que contém mais agrotóxicos

Mariana Castro01/12/2016
Pretty Woman makes a choice between bad food

Coaching de emagrecimento é novidade para quem deseja perder peso

Carolina Romanini01/12/2016
Reassuring patient

Campanha mostra a importância da busca por informações corretas em casos de câncer

Patricia Machado01/12/2016
Fun old woman

Aumenta expectativa de vida do brasileiro, segundo IBGE

Redação Apontador01/12/2016
pessoa mais velha do mundo - AP4

Pessoa mais velha do mundo completa 117 anos e revela o segredo da longevidade

Carolina Romanini01/12/2016
Young man and woman working together in architects office

Olhar nos olhos durante uma conversa dificulta o funcionamento do cérebro

Mariana Castro01/12/2016
Woman playing tennis

Praticar tênis pode reduzir o risco de morte em qualquer idade, sugere estudo

Redação Apontador30/11/2016