Saúde e Bem-Estar

Descoberta de sistema de arquivamento no cérebro pode afastar pensamentos desagradáveis

Descoberta de sistema de arquivamento no cérebro pode afastar pensamentos desagradáveis

Assim como você guarda cartões de aniversário em uma pasta e documentos de banco em outra, o cérebro também mantém separadas boas e desagradáveis informações. Um novo estudo revelou que experiências prazerosas são armazenadas em uma parte da amígdala, que é um importante centro de memória no cérebro, enquanto experiências negativas são armazenadas em outra área.

+ Pesquisadores descobrem “interruptor” no cérebro que desliga para acordarmos

+ Escrever à mão ajuda no desenvolvimento do cérebro, apontam especialistas

Cientistas do RIKEN-MIT Centre for Neural Circuit Genetics, no Japão, também descobriram que neurônios positivos e negativos são diferentes geneticamente e podem ser manipulados para alterar certos comportamentos. Apesar do estudo ter sido feito com ratos, os pesquisadores acreditam que a descoberta de um sistema de arquivamento poderá ser aplicada a humanos e, no futuro, levar à cura da depressão.

Para identificar onde agiam os neurônios positivos e negativos, os ratos foram expostos a choques elétricos na pata, como uma experiência desagradável, e a companhias de ratos fêmeas, que foi uma experiência positiva. Cada uma das experiências deixou sua marca na amígdala, ativando neurônios em regiões distintas dela.

Os roedores ainda foram treinados a realizar certas tarefas quando submetidos às experiências, como ficar imóveis ao receber o choque elétrico. Mas, estimulando com luzes os neurônios associados ao comportamento em questão, era possível enfraquecê-lo, mesmo quando o rato já estava treinado a realizar.

+ Cérebro adolescente pode revelar futuros distúrbios mentais, aponta pesquisa

Isso significa que estimular os neurônios poderia enfraquecer o significado de experiências positivas ou negativas nas memórias armazenadas. “Pelo menos para a depressão causada por estresses e traumas, esse experimento pode apresentar uma forma de cura”, falou Susumu Tonegawa, líder do estudo, ao MailOnline.

Mais em Saúde e Bem-Estar

young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017
Mexican chili con carne in a pan on a wooden

Comida apimentada pode reduzir o risco de morte, aponta pesquisa

Mariana Castro16/01/2017
portrait of happy young business man at office

Levantar durante o trabalho ajuda a queimar calorias, diz estudo

Patricia Machado16/01/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Reduzir o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, aponta estudo

Patricia Machado16/01/2017
Feeling sick and tired.

Pesquisa descobre como o estresse aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Mariana Castro15/01/2017
Woman meditating in the lotus position closeup

Meditação, Reiki e musicoterapia serão oferecidos pelo SUS

Patricia Machado13/01/2017
medium roast steak

Consumir carne vermelha em excesso pode causar doença intestinal, diz estudo

Mariana Castro13/01/2017
bonecas de proposito - reprodução

Aposentada cria bonecas terapêuticas para confortar crianças internadas

Mariana Castro13/01/2017
Boy using digital tablet while lying on rug at home

Uso excessivo de dispositivos móveis pode causar problemas de visão em crianças, diz estudo

Patricia Machado12/01/2017
projeto acucar - capa - reproducao

Projeto mostra a quantidade de açúcar em produtos industrializados

Patricia Machado11/01/2017
tired woman runner taking a rest after running hard

Fazer exercícios apenas no final de semana pode ser bom para a saúde, diz pesquisa

Mariana Castro11/01/2017
Woman smoker smoking a filter tip

Tabagismo deve causar a morte de 8 milhões de pessoas por ano até 2030, diz estudo

Patricia Machado10/01/2017