Saúde e Bem-Estar

Conheça as vantagens e riscos da pílula anticoncepcional

Conheça as vantagens e riscos da pílula anticoncepcional

Criada há 56 anos por cientistas nos Estados Unidos, a pílula anticoncepcional é o método contraceptivo mais popular entre as mulheres. O motivo para tanto sucesso está no fato de que a taxa de eficácia do medicamento é de cerca de 99% e, além disso, ela ajuda a regularizar o ciclo menstrual e melhorar a qualidade da pele.

+ As principais dúvidas sobre a primeira consulta ao ginecologista

+ Três dicas para o início da vida sexual

“A pílula pode ser utilizada para tratar diversas condições no organismo da mulher, como sangramento aumentado, síndrome do ovário policístico, pólipos, cistos no ovário, acne, endometriose e regularização do ciclo menstrual”, explica Paulo Margarido, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana. “O medicamento também diminui as chances de câncer no endométrio, pois o contraceptivo favorece a proteção da membrana e protege contra câncer de ovário”, completa.

Atualmente, a indústria farmacêutica produz pílulas com diferentes taxas hormonais. Por esse motivo, o seu uso deve ser prescrito por um médico, caso contrário, o comprimido pode ser prejudicial à saúde. “É importante visitar um ginecologista antes de começar o tratamento com pílula, pois as indicações e reações podem variar de mulher para mulher. Caso a paciente comece a usar pílula sem orientação, ela corre riscos de sofrer com efeitos colaterais e até uma gravidez indesejada”, alerta o médico.

De acordo com o especialista, quem faz uso da pílula anticoncepcional pode desenvolver dor de cabeça, enxaqueca, maior retenção de líquido ou ganho de peso. “Esses efeitos ocorrem por causa do estrogênio, presente na maioria dos anticoncepcionais, que pode desencadear aumento de apetite e da progesterona, induzindo a retenção de líquido e deixando a mulher mais inchada”, afirma Paulo.

O método contraceptivo oral pode perder eficácia quando associado a outros tipos de medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios, e anticonvulsivantes. Por isso, é importante que o paciente avise o médico que está prescrevendo outras medicações sobre o uso da pílula.

Além disso, ao contrário do que se imagina, a pílula não prejudica a fertilidade. No entanto, fumantes, mulheres com histórico de trombose na família, pacientes com enxaqueca frequente, obesas, diabéticas e hipertensas mal controladas devem evitar o uso do medicamento. “Mulheres fumantes com mais de 35 anos, ao tomar a pílula, têm mais chances de desenvolver derrame, infarto e aumento da pressão arterial”, alerta o médico.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

Bananas is good way for healthy carbs

O que comer antes e depois de uma atividade física?

Mariana Castro21/02/2017
Woman receiving cosmetic treatment

Como rejuvenescer a pele sem realizar procedimentos cirúrgicos?

Patricia Machado21/02/2017
Girls dancing at the festival

Dicas para cuidar dos olhos durante o carnaval

Redação Apontador20/02/2017
Happy woman at cafe using laptop

Marca de preservativos lança primeiro chatbot sobre saúde sexual no Brasil

Mariana Castro20/02/2017
Woman measuring her waist

Gene encontrado em verme pode ajudar a combater a obesidade, aponta estudo

Mariana Castro20/02/2017
Marijuana bud

Anvisa autoriza uso de medicamento à base de maconha para tratamento de Alzheimer

Patricia Machado17/02/2017
Doctor's and patient's hand

Câncer é a principal causa de morte por doença entre pessoas de 15 e 29 anos, diz estudo

Patricia Machado15/02/2017
idoso cartao de natal - imagem 3 - reproducao

Idoso com demência recebe cartões no dia dos namorados de pessoas desconhecidas

Mariana Castro14/02/2017
Noisy Nursery Lesson

Ruído nas escolas pode acarretar danos à audição de alunos e professores

Redação Apontador14/02/2017
Measuring fatty abdominal

Dormir menos de 7 horas por dia engorda, garante estudo

Patricia Machado13/02/2017
Alcohol cleaning gel

Anvisa suspende lote de gel antisséptico

Mariana Castro13/02/2017
girl in the forest uses the spray against mosquitoes

Oito produtos que podem perder o efeito ou fazer mal à saúde após o prazo de validade

Redação Apontador13/02/2017
Father and son future

Poupatempo ajuda no reconhecimento de parternidade

Mariana Castro13/02/2017
Audience with hands in the air at a music festival

Pesquisa descobre que música, sexo e drogas ativam as mesmas substâncias no cérebro

Mariana Castro10/02/2017
cadeira de rodas - divulgacao

Tecnologia permite que cadeiras de rodas sejam guiadas por expressões faciais

Patricia Machado10/02/2017