Saúde e Bem-Estar

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

O calor e o acúmulo de água parada por conta das chuvas de verão criam um ambiente propício para a proliferação do temido aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya.

+ Brasileiros ainda não conhecem os reais riscos dos vírus zika e chikungunya

+ Pesquisa descobre como o estresse aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Dados do Ministério da Saúde divulgados em dezembro revelaram que os casos de zika e dengue devem se manter estáveis em 2017, porém, o número de casos de infecção pelo vírus chikungunya deve crescer consideravelmente — os casos confirmados da doença aumentaram 15 vezes de 2015 para 2016 e o de suspeitas aumentaram quase dez vezes.

Apesar de muito semelhantes, Ione Aquemi Guibu, professora do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, indica como diferenciar os sintomas de cada uma dessas doenças. Confira abaixo:

Zika virus aedes aegypti Dengue chikungunya Mayaro fever human skin

Dengue clássica

Os sintomas da dengue clássica são febre súbita e alta, com duração de até 7 dias, dores de cabeça, no corpo e nas articulações, dores atrás dos olhos, fraqueza, prostração e manchas vermelhas na pele.

Dengue hemorrágica

Além dos sintomas da dengue clássica, a dengue hemorrágica é mais grave e inclui náuseas e vômitos, dor abdominal, diminuição da pressão arterial e tontura. As hemorragias podem ser leves (sangramentos nasais ou gengivais) ou graves (sangramento gastrointestinal ou intracraniana).

Chikungunya

Os sintomas são febre súbita e alta, cansaço, perda de apetite e do paladar, náuseas e vômitos, dores intensas nas articulações, inchaços nos membros, dor de cabeça intensa, dores nas costas, manchas vermelhas na pele e inflamação dos olhos, sem secreção e coceira.

Zika

Os sintomas são febre baixa, mal-estar, dor de cabeça leve, dores articulares e musculares, diarreia, manchas vermelhas intensas na pele, coceiras e inflamação nos olhos, sem secreção e coceira.

Está procurando um médico ou hospital? Clique aqui e faça a sua busca no Apontador.

Mais em Saúde e Bem-Estar

Bananas is good way for healthy carbs

O que comer antes e depois de uma atividade física?

Mariana Castro21/02/2017
Woman receiving cosmetic treatment

Como rejuvenescer a pele sem realizar procedimentos cirúrgicos?

Patricia Machado21/02/2017
Girls dancing at the festival

Dicas para cuidar dos olhos durante o carnaval

Redação Apontador20/02/2017
Happy woman at cafe using laptop

Marca de preservativos lança primeiro chatbot sobre saúde sexual no Brasil

Mariana Castro20/02/2017
Woman measuring her waist

Gene encontrado em verme pode ajudar a combater a obesidade, aponta estudo

Mariana Castro20/02/2017
Marijuana bud

Anvisa autoriza uso de medicamento à base de maconha para tratamento de Alzheimer

Patricia Machado17/02/2017
Doctor's and patient's hand

Câncer é a principal causa de morte por doença entre pessoas de 15 e 29 anos, diz estudo

Patricia Machado15/02/2017
idoso cartao de natal - imagem 3 - reproducao

Idoso com demência recebe cartões no dia dos namorados de pessoas desconhecidas

Mariana Castro14/02/2017
Noisy Nursery Lesson

Ruído nas escolas pode acarretar danos à audição de alunos e professores

Redação Apontador14/02/2017
Measuring fatty abdominal

Dormir menos de 7 horas por dia engorda, garante estudo

Patricia Machado13/02/2017
Alcohol cleaning gel

Anvisa suspende lote de gel antisséptico

Mariana Castro13/02/2017
girl in the forest uses the spray against mosquitoes

Oito produtos que podem perder o efeito ou fazer mal à saúde após o prazo de validade

Redação Apontador13/02/2017
Father and son future

Poupatempo ajuda no reconhecimento de parternidade

Mariana Castro13/02/2017
Audience with hands in the air at a music festival

Pesquisa descobre que música, sexo e drogas ativam as mesmas substâncias no cérebro

Mariana Castro10/02/2017
cadeira de rodas - divulgacao

Tecnologia permite que cadeiras de rodas sejam guiadas por expressões faciais

Patricia Machado10/02/2017