Como diferenciar a gripe do resfriado?

Por em 26/04/2016

Para o infectologista Ralcyon Teixeira, supervisor do pronto-socorro do Instituto Emílio Ribas, diferenciar a grife do resfriado é muito importante para a nossa saúde. “A gripe é uma doença tão séria que possui um tratamento e vacina específicos, enquanto o resfriado não”, afirma.

+ Suco de cranberry pode ajudar na prevenção da gripe H1N1

+ Aplicativos levam médico até o paciente

Uma gripe que não é tratada pode evoluir para uma pneumonia e até levar o paciente a óbito. Por isso, um pré-diagnóstico do próprio paciente pode ser determinante para que ele tome a decisão de procurar atendimento e seja medicado de forma adequada ainda nas primeiras 72 horas do início dos sintomas.

A partir de algumas dicas, é possível diferenciar a gripe do resfriado de forma simples e rápida. Veja como:

Você tem febre? Qual a temperatura?

A febre pode estar relacionada tanto à gripe quanto ao resfriado, mas a diferença fica por conta da intensidade. Resfriados causam febres de no máximo 38 graus, enquanto temperaturas que vão além disso podem ser entendidas como um sintoma claro de gripe.

Como começou?

O resfriado se instala de forma lenta e gradativa, enquanto a gripe sempre acontece de forma repentina e rápida, “derrubando o paciente de uma hora para outra”.

Se está tossindo, como é a tosse?

Um sintoma marcante da gripe é especialmente a tosse seca. Se for este o caso, fique em alerta! Resfriados não causam tosse ou apresentam o sintoma apenas na reta final da doença.

Você está espirrando?

O espirro, a coriza e o nariz vermelho, ao contrário do que se imagina, são características bem peculiares do resfriado e não da gripe. Quadros de gripe quase não apresentam irritação relacionada às narinas (vias respiratórias altas).

Há quanto tempo você está assim?

Resfriados duram em média de três a quatro dias. Gripes costumam durar, em média, sete dias.