Saúde e Bem-Estar

Cientistas descobrem a quantidade ideal de exercícios para ajudar na prevenção de doenças

Cientistas descobrem a quantidade ideal de exercícios para ajudar na prevenção de doenças

A recomendação da Organização Mundial da Saúde é de que as pessoas façam duas horas e meia de exercício físico por semana para ter uma vida saudável e evitar problemas crônicos de saúde. No entanto, uma nova pesquisa contesta essa determinação e sugere que uma rotina mais intensa de atividades evita a ocorrência de diabetes, problemas no coração, derrame e o surgimento do câncer.

+ Os benefícios do esporte para o corpo e para a mente 

+ Os esportes olímpicos que queimam mais calorias 

A pesquisa foi liderada por cientistas da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, e da Universidade de Queensland, na Austrália. Segundo eles, é preciso fazer 12 horas e meia de exercícios moderados por semana para evitar o surgimento de doenças e problemas de saúde. A quantidade é cinco vezes maior do que a recomendada pelo órgão que regulamenta a saúde no mundo.

Além disso, o estudo concluiu que esses benefícios também são alcançados caso as pessoas façam cerca de 6 horas de uma atividade física intensa. “As pessoas que realizam exercícios por mais tempo do que o recomendado conseguem ter uma redução significativa no aparecimento de diabetes, doenças do coração, derrames, câncer de mama e câncer de intestino”, escreveram os autores da pesquisa, que foi divulgada no periódico British Medical Journal.

Os cientistas analisaram 174 estudos que foram publicados entre 1980 e 2016 e procuraram uma relação entre a prática de atividade física e o aparecimento de doenças.

Os resultados mostraram que a realização de exercícios moderados por 12 ou até 16 horas por semana reduz em 50% a chance das pessoas desenvolverem doenças do coração quando comparadas com aquelas que se exercitam apenas por duas horas e meia. Já a ocorrência de derrames, diabetes e câncer de intestino diminui 60% e de câncer de mama cai para 20%.

Foto: Thinkstock

Mais em Saúde e Bem-Estar

Mexican chili con carne in a pan on a wooden

Comida apimentada pode reduzir o risco de morte, aponta pesquisa

Mariana Castro16/01/2017
portrait of happy young business man at office

Levantar durante o trabalho ajuda a queimar calorias, diz estudo

Patricia Machado16/01/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Reduzir o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, aponta estudo

Patricia Machado16/01/2017
Feeling sick and tired.

Pesquisa descobre como o estresse aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Mariana Castro15/01/2017
Woman meditating in the lotus position closeup

Meditação, Reiki e musicoterapia serão oferecidos pelo SUS

Patricia Machado13/01/2017
medium roast steak

Consumir carne vermelha em excesso pode causar doença intestinal, diz estudo

Mariana Castro13/01/2017
bonecas de proposito - reprodução

Aposentada cria bonecas terapêuticas para confortar crianças internadas

Mariana Castro13/01/2017
Boy using digital tablet while lying on rug at home

Uso excessivo de dispositivos móveis pode causar problemas de visão em crianças, diz estudo

Patricia Machado12/01/2017
projeto acucar - capa - reproducao

Projeto mostra a quantidade de açúcar em produtos industrializados

Patricia Machado11/01/2017
tired woman runner taking a rest after running hard

Fazer exercícios apenas no final de semana pode ser bom para a saúde, diz pesquisa

Mariana Castro11/01/2017
Woman smoker smoking a filter tip

Tabagismo deve causar a morte de 8 milhões de pessoas por ano até 2030, diz estudo

Patricia Machado10/01/2017
Man sleeps on office table over laptop with coffee

Uma hora de sono após o almoço pode rejuvenescer o cérebro, diz pesquisa

Mariana Castro10/01/2017
Young Female Patient Talking To Nurse In Emergency Room

Hospital exclusivo para mulheres é inaugurado na Bahia

Patricia Machado09/01/2017
Woman cleaning ear

Por que não é recomendável limpar o ouvido com cotonete?

Mariana Castro09/01/2017
traffic

Viver perto de vias movimentadas aumenta o risco de demência, diz estudo

Patricia Machado06/01/2017