Cérebro adolescente pode revelar futuros distúrbios mentais, aponta pesquisa

Por Mariana Castro em 01/08/2016

Um novo estudo revelou que o cérebro adolescente é capaz de detectar se o indivíduo desenvolverá transtornos mentais durante sua vida antes mesmo dos sintomas se manifestarem. Segundo os pesquisadores da Universidade de Cambridge e da University College London, ambas no Reino Unido, o escaneamento do cérebro adolescente é capaz de oferecer pistas caso ele tenha riscos de desenvolver esquizofrenia ou depressão.

+ Cogumelos alucinógenos podem ajudar a combater a depressão

+ Crianças que dormem pouco podem ter depressão e ansiedade, diz pesquisa

Publicado no jornal Proceedings of the National Academy of Sciences, o estudo foi feito com quase 300 pessoas com idades entre 14 e 24 anos. Imagens de ressonância magnética mostraram que as regiões do cérebro ligadas ao risco de desenvolver esquizofrenia apresentavam maiores mudanças nesse período da vida.

“As regiões detectadas controlam a comunicação do cérebro como um todo. Isso significa que se algo dá errado ali, isso afetará o funcionamento do cérebro inteiro”, explicou Ed Bullimore, líder de psiquiatria na Universidade de Cambridge, ao The Independent.

Além disso, é na adolescência que geralmente são detectados os primeiros sinais de distúrbios mentais. “Com esse estudo pudemos ver que isso ocorre porque é durante esse período que regiões fundamentais do cérebro estão se desenvolvendo plenamente”, contou Ed.

Foto: Thinkstock