Bebidas muito quentes podem causar câncer de esôfago, diz OMS

Por em 17/06/2016

De acordo com a Agência do grupo Internacional de Pesquisa sobre o Câncer, ligada à Organização Mundial de Saúde, bebidas muito quentes podem causar câncer de esôfago. Tanto o café, chá e até mesmo o famoso chimarrão apresentam riscos se forem consumidos acima de 65 graus.

+ Casas de chás pelo Brasil

Christopher Wild, diretor da instituição, apresentou o resultado do estudo que contou com um comitê de 23 cientistas de dez países. Eles revisaram mais de 1.000 pesquisas que investigavam a conexão entre as bebidas em alta temperatura e a ligação potencial com o câncer.

“O consumo de bebidas muito quentes é uma causa provável de câncer de esôfago e é a temperatura, não a bebida em si, que parece ser a causa”, disse Wild. Há evidências de que quanto mais quente (acima de 65 graus celsius), maior o risco de se desenvolver a doença”.

A conclusão, publicada no Lancet Oncology, foi baseada em pesquisas que encontraram maiores taxas de câncer de esôfago entre as pessoas que bebiam chá ou café extremamente quentes em comparação com aqueles que consumiam as bebidas em temperaturas mais baixas. A ligação com o câncer, aliás, se manteve forte mesmo depois de se considerar outros fatores de risco, como o tabagismo e o consumo de álcool.

+ Roteiro do chocolate quente no Brasil

Turquia, Irã, China, Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil são alguns dos lugares em que infusões costumam ser tomadas a pelo menos 70 graus, segundo a OMS.

O chimarrão mesmo precisará ser repensado, já que sua receita tradicional leva água quente a 80 graus. Se você for muito apegado à bebida, para evitar futuros problemas, a dica é que pelo menos espere dar uma esfriadinha!