Bebês que possuem uma cabeça grande são mais inteligentes, diz pesquisa

Por Patricia Machado em 20/09/2016

Uma pesquisa recente descobriu uma relação entre o tamanho da cabeça de um bebê e a performance dessa criança durante a fase adulta. De acordo com os cientistas, quanto maior o tamanho da cabeça, mais inteligente será essa pessoa na vida adulta.

+ Pesquisa descobre que pessoas com QI alto vivem mais

+ Estudo sugere que preguiça é sinal de inteligência

O estudo foi comandado por Ian Deary, pesquisador da Universidade de Edimburgo, na Escócia, em parceria com a UK Biobank, uma instituição que coleta dados e amostras de pessoas que residem no Reino Unido para estudos científicos.

Para chegar à conclusão divulgada no periódico Molecular Psychiatry, Ian analisou os dados de 100 mil pessoas. Os participantes tiveram exames de sangue e urina, amostras de saliva e informações de quando eram recém-nascidos analisados, bem como os seus registros acadêmicos.

Através de uma minuciosa verificação dos dados obtidos, a pesquisa reparou que os bebês que nasciam com uma cabeça maior que o tamanho padrão tinham mais chances de obter sucesso na escola e universidade durante o seu crescimento. Isso faria com que eles fossem considerados mais inteligentes.

De acordo com os médicos, o tamanho da cabeça de um bebê costuma variar entre 36 cm para meninos e 35 cm para meninas. Apesar da descoberta, novas pesquisas devem ser realizadas para entender como o cérebro de uma pessoa com cabeça grande trabalha para que ela seja mais inteligente.

Foto: Getty Images