Banhos quentes podem prevenir diabetes tipo 2, diz pesquisa

Por Mariana Castro em 27/03/2017

Tomar um banho quente para relaxar está entre uma das coisas mais prazerosas da vida. Mais do que isso, novos estudos revelaram que banhos de água quente fazem bem para a saúde. Segundo pesquisadores da Universidade de Loughborough, no Reino Unido, isso pode trazer benefícios semelhantes ao de atividades físicas, como prevenir a diabetes tipo 2.

+ Tomar banho frio realmente faz bem para a saúde?

+ Como evitar dores de ouvido após banhos de mar ou piscina?

Para o estudo, um grupo de quatorze homens se exercitou por uma hora, além de se submeter ao aquecimento passivo, como eles chamam o calor do corpo após o banho, também por uma hora. Essas atividades foram pensadas para aumentar 1°C da temperatura corporal dos participantes. Foram medidas as calorias perdidas em cada atividade e a pressão sanguínea após 24 horas de cada etapa.

Os resultados mostraram que um banho quente queima a mesma quantidade de calorias que meia hora de caminhada – por volta de 140 calorias. Além de bons efeitos cardiovasculares, o aquecimento passivo pode ser benéfico para o metabolismo do corpo e para o controle de açúcar no sangue. “O pico de açúcar no sangue após comer foi 10% mais baixo em participantes que tomaram um banho quente, em comparação aos que se exercitaram”, explicou Steve Faulkner, um dos pesquisadores da universidade, ao The Conversation.

+ Spa oferece serviço para bebês e faz sucesso na Austrália

Os estudos sugerem que fazer o aquecimento passivo frequentemente pode reduzir inflamações crônicas, frequentemente presentes em doenças como a diabetes tipo 2. A condição está associada à pouca disponibilidade de óxido nítrico. Os banhos quentes podem ajudar a reestabelecer um nível saudável dessa substância e reduzir a pressão arterial.

Foto: Getty Images