Cinco destinos para recarregar as energias

Por em 01/07/2016

Diz um trecho da canção Aquele Lugar, da banda de reggae Planta & Raiz: “A melhor coisa é poder viajar e se livrar do stress de São Paulo”.

+ Spas para relaxar no Brasil

Melhor ainda quando o destino do passeio relax tem muita natureza, ar puro, paisagens de tirar o fôlego e comida boa, não? Conheça cinco destinos para recarregar as energias e lavar a alma:

Bueno Brandão/MG

Bueno Brandao

Cachoeira do Félix. Crédito: Reprodução Instagram

Nas cristas da Mantiqueira, a cidade possui um clima ameno na maior parte do ano, fontes de águas cristalinas, cachoeiras inesquecíveis e uma população que, no seu jeito interiorano de ser, torna-se extremamente receptiva.

Para quem também gosta de aventura, é possível fazer cavalgadas, passeios de jipe ou trekking pela mata — passando por belas cascatas e mirantes,  além de praticar rapel, canyoning, arvorismo, tirolesa, acqua ride, e muito mais.

Onde ficar?

Onde comer?

Brotas/SP

Brotas

Areia que Canta. Crédito: Reprodução Instagram

A apenas 235 quilômetros da capital paulista, a cidade abriga em suas montanhas várias nascentes e rios encachoeirados que cortam vales e encostas, concentrando vários atrativos turísticos — na sua maioria hídricos (represa, ribeirões, cachoeiras, como a do Escorregador, corredeiras e nascentes).

Outra atração bacana da cidade é a piscina natural da Areia que Canta, uma nascente de águas cristalinas, areia fina e branca que, ao ser friccionada nas mãos, produz um som de cuíca (daí a origem do nome). O local ainda possui olhos d’água que brotam do fundo da piscina, empurrando os corpos pra cima e permitindo que você flutue.

A cidade também é ponto de referência para a prática de esportes de aventura, como o rafting, boia cross, canyoning, arborismo e outros.

Onde ficar?

Onde comer?

São Francisco Xavier/SP

Sao Francisco Xavier

Pousada Chapéu de Palha. Crédito: Reprodução Instagram

O pacato distrito rural de uma década atrás tem se tornado um refúgio serrano cada vez mais agradável — e descolado — nos fins de semana. Com uma bela natureza ao redor, São Xico ganhou bons ateliês de arte, restaurantes e pousadas.

A cidade possui cachoeiras, mirantes, trilhas, pesqueiros, ranchos de passeios a cavalo e espaços dedicados ao bem estar, observação de aves, além de esporte radicais voltados ao contato com a natureza, como o trekking, escalada, rapel, cascading, mountain bike, boia cross e voo livre.

Onde ficar?

Onde comer?

Socorro/SP

Socorro

Gruta dos Anjos. Crédito: Reprodução Instagram

As elevações e os desníveis do terreno criaram incríveis rios de corredeira, como o Rio do Peixe e belas cachoeiras. Além disso a cidade tem fontes de água mineral, mirantes no topo de montes lindíssimos e passarinhos cantando na alvorada e dançando no céu, quase que só pra você. A cidade também tem atividades de aventura e ecoturismo, silêncio, sossego e comida boa.

Onde ficar?

Onde comer?

Visconde de Mauá/RJ

cachoeira santa clara visconde de maua

Cachoeira Santa Clara. Crédito: Camila Natalo

Na divida dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, e em meio a três municípios, Resende, Itatiaia e Bocaina de Minas, a região é dividida em três vilas: Vila Visconde de Mauá, Vila de Maringá e Vila de Maromba. O destino é cercado por natureza, paisagens de tirar o fôlego, ar puro e boa gastronomia. A truta, pescada por ali mesmo, é um dos principais ingredientes da região. Para os mais aventureiros, é por lá que começa a jornada até o Pico das Agulhas Negras!

Dica: Não deixe de conhecer as cachoeiras Santa Clara, do Escorrega e o Poço do Marimbondo.

Onde ficar?

Onde comer?