Ternos flexíveis inovam o guarda-roupa masculino

Por Patricia Machado em 26/05/2015

Até pouco tempo, a moda masculina era dividida em duas situações. Durante a semana, a maioria dos homens deveria vestir ternos rígidos nas cores preto, azul marinho ou cinza, e usar sapatos apertados. Já aos fins de semana, era o momento de usar roupas confortáveis. Agora, acredite se quiser, será possível unir as duas coisas: o visual elegante do terno, com o conforto das roupas de final de semana.

A nova moda, que vem sendo apoiada por estilistas internacionais, são os “ternos flexíveis”. Esses ternos costumam ter até dois botões, são confeccionados em tecidos esportivos (logo, mais confortáveis), e possuem uma variedade de cores. Além disso, os novos ternos permitem um design inovador.

Joshua Thew, front, dances in a Dries Van Noten wool jacket and pants with Zachary Catazaro in a Marc Jacobs viscose/silk jacket and pants in New York.

Isso não significa que o modelo de terno slim ou que o terno clássico irá sair de cena, mas a nova opção de ternos trouxe mais liberdade e conforto ao guarda-roupa masculino. De acordo com estudo realizado pela empresa de consultoria Bain & Co, o mercado de roupas para homens movimentou US$28 bilhões em 2014, superando o crescimento anual do mercado de roupas para mulheres.

As marcas Brooks Brothers, Lanvin e Lemaire já começaram a produzir modelos de ternos mais flexíveis. O jornal americano The New York Times fez um ensaio com a nova moda de ternos masculinos. Veja alguns modelos:

Joshua Thew, left, in a Lemaire wool/linen jacket and pants and Zachary Catazaro in a Hermes crepe/cotton gabardine suit in New York.

 

Zachary Catazaro in a Brooks Brothers Red Fleece wool/cotton chambray jacket and pants in New York.

 

Zachary Catazaro in a Lanvin merino wool jacket and pants in New York.

 

Zachary Catazaro dances in a Marc Jacobs viscose/silk jacket and pants in New York.