Ter amigos é tão importante para a saúde quanto dietas e exercícios

Por em 07/01/2016

Novo ano, nova pessoa, né? Se você já está seguindo firme na sua reeducação alimentar e já se matriculou na academia, não deixe uma coisa muito importante pra trás: aquele tempo para encontrar com a galera.

Segundo um estudo da Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, ter amigos é tão importante para a saúde quanto as dietas e exercícios!

+ Trabalhar demais é ruim para a saúde e aumenta risco de derrame, diz estudo

+ Morar sozinho prejudica os hábitos alimentares, diz pesquisa

Pesquisas anteriores já mostravam que ter amigos na velhice fazia bem para a saúde. Já o novo estudo mostra que esse tipo de relacionamento pode ter um impacto positivo na saúde das pessoas em todas as fases da vida.

A pesquisa ainda estabelece uma conexão direta entre relações sociais e questões de saúde, mostrando que quem tem amigos pode ter a pressão arterial mais baixa, uma menor circunferência abdominal e menor índice de massa corporal, além de menores níveis de inflamação.

Impactos positivos em jovens e idosos

O efeito positivo sobre a saúde é tão poderoso que, nos adolescentes, o isolamento social esteve ligado aos mesmos níveis de aumento de inflamações que a inatividade física proporciona e, em idosos, mostrou-se ainda mais prejudicial do que o diabetes associado à hipertensão.

Os adolescentes em transição para a idade adulta também são impactados: os pesquisadores descobriram que, quanto mais integrado socialmente era um adolescente, mais saudáveis estavam ​​seus sistemas metabólico e cardiovascular estavam quando cresceu. O estudo foi publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Em outras palavras, se você realmente quiser ficar saudável, depois de terminar seus exercícios ou comer aquela saladinha, não se esqueça também de mandar uma mensagem para os seus amigos e marcar o próximo encontro.