Saiba como o estresse pode afetar o seu cérebro

Por Patricia Machado em 11/12/2015

Quando estamos estressados temos dificuldade para dormir, ficamos irritados com facilidade e até emotivos demais. Além disso, é comum que pessoas muito tensas esqueçam algumas coisas, se sintam isoladas e tenham a sensação de terem tarefas em excesso.

+ 6 apps que ajudam a descansar a mente

+ 3 razões para você para de procrastinar

Mas, o estresse não é de todo o mal. De acordo com vídeo divulgado pelo canal no YouTube TED-Ed, o estresse é capaz de nos manter concentrados e de nos dar uma energia extra para concluir as atividades pendentes.

O problema é que o estresse começa a fazer mal para o corpo e para o cérebro quando esse sentimento é contínuo, se prolongando por muito dias.

O estresse é capaz de mudar o cérebro humano. Pessoas constantemente estressadas por causa de assuntos de trabalho, ou discussões na família, podem fazer com que esse sentimento afete o tamanho do cérebro, sua estrutura e o seu funcionamento.

+ Descubra o que o estresse pode fazer com o seu corpo

Ao perceber o estresse, o cérebro libera um hormônio chamado cortisol, que tem a função de fazer o seu corpo agir durante uma situação tensa. O excesso desse hormônio pode danificar o cérebro.

Ao longo do tempo, a parte do cérebro ligado à aprendizagem, memória e autocontrole são prejudicados. Além disso, excesso de cortisol pode fazer com que o cérebro diminua de tamanho e que a pessoa fique suscetível a doenças como depressão e alzheimer.

+ A primeira impressão que você tem sobre uma pessoa engana o seu cérebro

Para conter os efeitos negativos do estresse, a prática de exercícios físicos e de meditação são indicadas. Essas atividades controlam a tensão e são capazes de melhorar a memória.

Assista à animação feita pela TED-Ed para entender como o estresse afeta o seu cérebro: