Qual a função do carboidrato na dieta?

Por Patricia Machado em 27/01/2016

Ao contrário do que muitos pensam, o carboidrato não é o vilão da dieta. A sua função é fornecer energia para a manutenção do corpo. Também é dever do carboidrato ajudar no funcionamento do cérebro, garantir a imunidade e regular o intestino. Por isso, o seu consumo é de vital importância para o bem-estar.

+ Atitudes simples para ser mais saudável em 2016

+ Dispositivo identifica as calorias e nutrientes dos alimentos

“As pessoas acreditam que os carboidratos fazem mal porque consomem muitos alimentos industrializados. As pessoas abusam do fast food, que acaba tendo uma quantidade energética maior”, explica Bruna Lyrio, nutricionista da Clínica Tostes, no Rio de Janeiro.

Os carboidratos podem ser classificado como simples ou complexos. Quando consumidos, os carboidratos simples fornecem glicose rapidamente ao organismo, fazendo com que o corpo tenha picos de adição de açúcar. Já o carboidrato complexo faz com que o corpo processe a glicose fornecida pelos nutrientes aos poucos .

Alguns dos produtos que possuem o carboidrato simples são açúcar, pão francês, macarrão, arroz branco, suco de fruta, doces e geleia. Os alimentos rotulados como integrais – exceto o leite – são aqueles que possuem carboidrato complexo. Entre eles estão o pão integral, batata doce, aveia e arroz integral.

bread-944241_640

O carboidrato não é o vilão da dieta

Buscando o emagrecimento, muitas pessoas decidem retirar o carboidrato da dieta. Tal medida, que promete ajudar na perda de peso, pode causar problemas de saúde.

“É muito comum que pessoas que retiram o carboidrato da dieta sofram o efeito sanfona”, diz a nutricionista. “Em um primeiro momento, ela poderá perder peso, mas continuará sentindo falta dos alimentos que gostava porque não fez uma reeducação alimentar”, completa.

+ Detox: onde comprar sucos e marmitas para emagrecer em São Paulo

+ Alimentos que reduzem a gula

Além disso, a falta de carboidrato no organismo causa cansaço, aumenta a vontade de comer doce, altera o humor, faz com que a pessoa tenha dificuldade de concentração e prejudica o funcionamento do intestino.

“Eu não aconselho a retirada total do carboidrato do organismo. Quem quer ter uma alimentação saudável pode melhorar a qualidade do carboidrato consumido e diminuir a quantidade de comida ingerida”, afirma Bruna.

Para fazer isso, as pessoas podem comer mais verduras e legumes, já que eles ajudam na sensação de saciedade. Outra dica é ler os rótulos dos produtos. “Ao ler o rótulo, observe se há farinha integral na sua composição. Depois, veja se a quantidade de fibra alimentar corresponde a 6 gramas para cada 100 gramas do produto. Isso indica que o produto é integral e que o carboidrato é do tipo complexo”, orienta a nutricionista.

Foto: Arquivo – Apontador