Life Style

Problemas que podem levar ao ganho de peso

Problemas que podem levar ao ganho de peso

Para muitas pessoas, o estado emocional influencia diretamente na maneira como se vê a comida. Sabemos o que comer ou não para não engordar, por exemplo, mas algumas emoções fazem com que o nosso inconsciente nos leve a ingerir doces e gordura, mesmo sem querer ou precisar.

Medo, insegurança, tristeza e angústia geram uma necessidade de proteção e o inconsciente entende que, com a ingestão de gordura, por exemplo, o contato com o mundo exterior fica mais distante.

De acordo com a da psicóloga Cristiane Pertusi, diversos problemas emocionais, como depressão, ansiedade e compulsão alimentar, podem levar ao aumento de peso ou impedir o processo de emagrecimento. Conheça os principais deles.

Compulsão Alimentar

Compulsão alimentar1
As pessoas que sofrem de compulsão alimentar comem não porque sentem fome, mas por ansiedade. Elas comem apressadamente, ingerindo grandes quantidades de alimento num período curto de tempo e, depois, sentem-se arrependidas ou culpadas. Se a compulsão estiver presente e não for tratada, inviabilizará todos os esforços da pessoa para emagrecer.

Depressão

Afeta a pessoa como um todo. Pessoas que alteração estão deprimidas têm uma no comportamento alimentar para mais ou para menos, o que pode levá-las a engordar. Há queda da motivação para a dieta, além de sentimentos de autodepreciação e de pessimismo. A depressão deve ser tratada como prioridade na pessoa que quer emagrecer e sofre deste mal.

Ansiedade

Mulher_ansiedade2
Vilã número um das dietas alimentares, apresenta-se de diversas formas, como pânico, fobia social, ansiedade generalizada e stress pós-traumático. Pessoas tensas, excessivamente preocupadas, com pânico e medos diversos, podem encontrar no alimento uma fuga para seus males ou para um estado interno de desconforto.

Dificuldades sexuais, conjugais ou afetivas
É sempre importante verificar o que se esconde por trás de uma obesidade ou excesso de peso. A gordura pode servir como “escudo” para evitar relacionamentos, não assumir a própria sexualidade ou mesmo como forma de “rebelião passiva” a situações conjugais conflituosas.

Estresse

Mulher_estresse

É comprovado que o estresse tem influência sobre o peso corporal, seja pelo aumento do cortisol circulante ou pelo aumento da quantidade de comida ingerida, que passa a atuar inadequadamente como “mecanismo anti-estresse”.

Dificuldade de controle de impulsos
Pessoas impulsivas que não conseguem adiar a gratificação imediata de um impulso em detrimento a uma gratificação no médio prazo, são mais vulneráveis a uma “sabotagem” na dieta.

Problemas de relacionamento

Casal_intimidade

Dificuldades de relacionamento familiar e social (timidez excessiva, agressividade social, baixa qualidade de vida social) podem levar a pessoa a atacar o prato de comida.

Para fazer as pazes com a balança, é fundamental estar em paz consigo mesmo.  O tratamento adequado não envolve somente a redução de peso, trata-se de uma mudança de comportamento que deve ocorrer de dentro para fora.

Medo, ansiedade, tristeza, estresse, raiva, culpa, vergonha, impulsividade e perfeccionismo são emoções que podem desencadear o ganho de peso.
Quando a pessoa apresenta emoções mal resolvidas, que interferem no processo de emagrecimento, como a causa ou efeito, é fundamental atuação da psicologia.

Nestes casos, engordar pode ser uma forma inadequada de expressar e trabalhar essas emoções. Vale lembrar que cada pessoa desenvolve um tipo de reação. Enquanto alguns engordam, outros, por sua vez, podem emagrecer demais. Em ambos os casos, o paciente deve procurar a ajuda de um psiquiatra ou terapeuta. Clique aqui para buscar um profissional em nosso site.

(Por Lilian Rossetti)

Clique para adicionar um comentário
Life Style

Mais em Life Style

father and son on sunset beach

Sete dicas de presentes para o Dia dos Pais

Carolina Romanini09/08/2016
rio de janeiro - thinkstock

Gírias cariocas para entender o “carioquês”

Patricia Machado06/07/2016
coisas típicas de carioca

Seis símbolos da cultura carioca

Mariana Lucas06/07/2016
Mulheres jovens sao menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Pesquisa: Mulheres mais jovens são menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Camila Natalo01/07/2016
Mulheres com decote tem 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Mulheres com decote têm 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Camila Natalo29/06/2016
cinquentona com corpo escultura - capa - reproducao

Cinquentona impressiona com corpo escultural

Patricia Machado27/06/2016
garoto triste e isolado - thinkstock

Ausência do pai é prejudicial na criação de meninos e pode levar ao suicídio, diz especialista

Mariana Castro24/06/2016
aperto de mao

Fraco aperto de mão dos jovens pode resultar em desemprego, diz pesquisa

Patricia Machado23/06/2016
Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Camila Natalo20/06/2016
Latam Divulga

LinkedIn divulga lista das empresas mais procuradas para trabalhar no Brasil

Redação Apontador20/06/2016
pessoas rabugentas ao andar de aviao - Thinkstock

Pesquisa explica por que as pessoas ficam rabugentas ao viajarem de avião

Patricia Machado17/06/2016
Como aproveitar as comidas tipicas da epoca sem brigar com a balanca

Como aproveitar as comidas típicas da época sem brigar com a balança

Camila Natalo17/06/2016
felicidade humor

Pesquisa descobre que não é possível comprar a felicidade

Patricia Machado10/06/2016
Coque no cabelo pode ser a razao da solteirice de certos homens

Coque no cabelo pode ser a razão da solteirice de muitos homens

Camila Natalo08/06/2016
Suecia

Suécia é eleito o país que mais contribui para a humanidade

Patricia Machado06/06/2016