Por que nós sonhamos?

Por Patricia Machado em 19/01/2016

Um dos maiores enigmas da ciência e talvez da humanidade é descobrir porquê nós sonhamos. É comum que as pessoas lembrem de algumas partes dos seus sonhos e tentem decifrá-las. Afinal, eles podem revelar o que estamos sentindo ou mesmo prever o futuro.

+ 3 dicas para melhorar a sua autoconfiança

+ Saiba como o estresse pode afetar o seu cérebro

Os egípcios foram os primeiros a tentar compreender o significado dos sonhos. Eles criaram um livro chamado O Livro dos Sonhos para que os sonhos mais comuns ficassem registrados. Depois, a sociedade da época procurou interpretar esse fenômeno e descobrir o que cada tipo de sonho poderia significar.

Desde então, muitos pesquisadores e cientistas participam de estudos para tentar decifrar o que os sonhos, de fato, querem dizer e porque eles são importantes para o nosso bem-estar. Buscando responder essas perguntas, o canal no YouTube TED-Ed divulgou um vídeo para explicar o motivo dos sonhos existirem.

O vídeo compilou teorias de filósofos e pesquisas para chegar à conclusão de que nós sonhamos por sete motivos diferentes. Dê uma olhada:

Os sonhos têm o objetivo de preencher os nossos desejos

O criador da psicanálise Sigmund Freud acreditava que os sonhos e pesadelos correspondem a uma coleção de imagens da nossa vida. Cada uma delas é capaz de representar um aspecto das vontades e desejos do inconsciente. Por isso, os sonhos que são lembrados são uma representação das nossas vontades e pensamentos mais primitivos.

+ 6 apps que ajudam a descansar a mente

Os sonhos ajudam a melhorar a memória

Ao dormir conseguimos para repor as energias. Em 2010, pesquisadores descobriram que algumas memórias só são possíveis graças à ocorrência dos sonhos durante o sono. Eles têm o objetivo de fazer com que essas memórias fiquem gravadas no cérebro.

Algumas pessoas sonham para esquecer de algo

De acordo com um teoria apresentada em 1983, os sonhos são capazes de ativar partes do cérebro que têm a função de deletar pensamentos ou memórias inúteis para o bem-estar e desenvolvimento humano. Por isso, nós também sonhamos para esquecer.

+ A primeira impressão que você tem sobre uma pessoa engana o seu cérebro

Os sonhos mantêm o cérebro em atividade

Durante o sono, o cérebro entra em outro estado mental. Para que o cérebro não desligue e pare de funcionar completamente, ele tem a missão de fazer com que o ser humano sonhe.

O sonho serve como um ensaio 

Antes de tomarmos uma atitude importante, é comum ensaiarmos o que vamos falar ou como vamos agir diante do espelho. Além disso, repassamos a cena inúmeras vezes na nossa mente. Dessa maneira, os sonhos também podem ser interpretados como uma maneira de ensaiarmos futuras ações. Ao sonharmos com determinada situação, temos a chance de prever o que faríamos.

+ Descubra o que o estresse pode fazer com o seu corpo

Os sonhos ajudam a curar decepções 

Uma das funções dos sonhos é diminuir a dor causada por decepções. Ao rever determinados eventos durante os sonhos, as pessoas estão menos estressadas e podem compreender com maior facilidade o que está acontecendo. Isso lhes dá uma nova perspectiva.

Alguns problemas podem ser solucionados durante os sonhos

Durante os sonhos, a mente humana pode criar os mais diversos e criativos cenários. Por isso, os sonhos são capazes de propor soluções para alguns problemas. Afinal, enquanto dormimos, nós damos asas à imaginação!

Assista à animação feita pelo TED-Ed para descobrir o motivo dos seus sonhos:

Foto: Thinkstock