Pensando em largar tudo e cair no mundo? Inspire-se no projeto “Viajo Logo Existo”

Por Thomas Coelho em 08/06/2015

Quem nunca teve vontade de fazer as malas e sair por aí viajando o mundo? Pode até parecer um sonho difícil de ser realizado, mas você vai descobrir nesta matéria que não é nada impossível: basta se planejar e ter muita persistência. Leonardo e Rachel que o digam!

5ljSV1In5M7DE8tpqOWz0c54e_0oKlPqgvvGtOJHS8Q

O casal, que antes da grande viagem levava a vida trabalhando em banco, resolveu colocar em prática o projeto de dar a volta ao mundo em 3,5 anos. Há mais de dois anos na estrada, eles já lançaram alguns livros e conquistaram mais de 500 mil seguidores no Facebook.

Confira a entrevista que eles concederam ao Apontador da Namíbia, na África.

Como surgiu a ideia de mochilar pelo mundo?

Somos uma economista e um administrador e trabalhamos por 8 anos no mercado financeiro, onde nos conhecemos. Em um certo momento, descobrimos que era possível viajar o mundo de carro. Nunca tínhamos pensado nisso, mas quando vimos que era viável, pensamos: por que não? Isso foi em 2012, planejamos a viagem por um ano e saímos em maio de 2013. O plano é dar a volta ao mundo em 3,5 anos.

Quais foram as maiores dificuldades até agora?

Sempre falamos que estamos aqui porque queremos. Se a viagem não estiver boa, podemos voltar. Então não temos muitas dificuldades para citar. As fronteiras são burocráticas? Realmente, são. Mas quando temos que cruzar fronteira acordamos  mais cedo, checamos toda a documentação, chegamos com antecedência, levamos comida e, se demorar o dia todo, faz parte. Se depois de 52 países acharmos que fronteira ainda é uma dificuldade, é melhor voltar para casa.

Qual foi o país que mais gostaram e por quê?

Essa pergunta é a mais difícil, porque nós não conseguimos eleger somente um país. Vimos paisagens incríveis no sul do Chile e na Escócia, pegamos muita praia na América Central, estamos vendo muita natureza na África do Sul e na Namíbia. Cada lugar tem sua beleza…

Quais dicas vocês dariam para os nossos leitores que estão pensando em mochilar pela primeira vez?

Planejem-se! Tanto em relação à grana, tendo uma meta para gastar por dia e sabendo como sacar dinheiro lá fora, considerando taxas e impostos, como também em relação à documentação e segurança.

Quando acabar o período de viagem, quais são os planos para o futuro?

Ainda temos um ano e meio pela frente, então os planos são bem abertos. Podemos voltar ao mercado de trabalho, aí mesmo no Brasil, ou talvez nos mudarmos para um dos muitos lugares pelo qual nos apaixonamos na estrada.

Para acompanhar a viagem do casal e ter mais informações do Viajo Logo Existo, é só clicar aqui.