Nove dicas práticas para fazer o seu salário render mais

Por Patricia Machado em 16/06/2015

O dia 5 de todo mês é sagrado – pelo menos para grande parte dos brasileiros. Afinal, quando recebemos o salário no começo do mês é uma alegria. E, como bons consumidores, logo começamos a pensar nos novos itens que farão parte do guarda-roupa ou da decoração da casa. O problema é que com a vinda de um novo mês e do salário, chegam também as odiadas contas.

A maioria dos brasileiros precisa pagar contas de luz, água, aluguel, parcela do carro, cartão de crédito… A lista é extensa e, com tantas pendências, o salário mal para na conta bancária.

Por isso, reunimos algumas dicas práticas para você fazer o seu salário render mais. Confira a lista e comece a guardar dinheiro:

1. Pague o dízimo a você mesmo

Uma das melhores formas de poupar dinheiro é tirando o mesmo da nossa conta corrente. Por isso, assim que você receber o salário, separe 10% do valor e coloque-o em uma conta poupança ou em uma aplicação financeira.

2. Faça uma lista dos seus gastos

Saber os seus gastos fixos é fundamental. Isso permitirá que você tenha consciência de quanto precisa ter em sua conta corrente para evitar dívidas. Além disso, anote tudo o que você comprar, isso irá te ajudar a avaliar quais foram as compras supérfluas e essenciais. E, acredite, as vezes até nós nos surpreendermos com alguns itens que foram adquiridos!

3. Faça você mesmo

Todo mundo gosta de jantar ou almoçar em restaurantes, mas esse prazer tem com um preço – que às vezes pode ser bem caro. Por isso, dedique alguns finais de semana para cozinhar. Chame os amigos e prepare um cardápio criativo e barato.

4. Use o cartão a seu favor

Pagar com o cartão de crédito é tentador. Ele parece um dinheiro imaginário, mas que assusta muita gente quando a fatura chega. Uma dica simples é usar o cartão de débito e pagar tudo à vista, assim você sempre saberá o saldo da sua conta bancária. Caso use o cartão de crédito, tente levar vantagens com isso. Por exemplo, se o cartão der milhas que vão garantir uma economia com passagens aéreas ou compra de itens eletrônicos, por exemplo, pode ser um bom negócio.

5. Escolha um sonho

De nada adianta economizar se você não tiver um objetivo claro sobre o quer fazer com o dinheiro guardado. Por isso, determine quais são os seus sonhos, escreva-os em uma lista e dê um preço a cada um deles. Assim será mais fácil saber quanto você deve economizar por mês.

6. Resista às compras por impulso

Assim como a cativante jornalista Rebecca Bloomwood, do livro Os delírios de consumo de Becky Bloom, sempre se questione se há a real necessidade de comprar um objeto de desejo. Outra ideia prática é tentar reutilizar os produtos e peças que já tem em casa.

7. Determine quanto quer gastar no final de semana

Para evitar o aperto no final do mês, determine quanto você quer gastar nos finais de semana. Para não cair na tentação, vale a pena sacar o dinheiro e pagar em notas ao invés de cartões de débito e crédito. O dinheiro em espécie irá lembrá-lo do quanto você ainda pode gastar.

8. Ache promoções

Elas são sempre um bom negócio para quem quer economizar. Por isso, pesquise os preços antes de realizar a compra. Caso precise comprar um presente, economistas garantem que quem adquire o presente com antecedência pode economizar até 80%.

9. Aprenda a negociar

Todo consumidor deve pedir descontos na hora da compra. Isso, com certeza, fará o seu salário render mais.