Está na hora do chá! Conheça os benefícios da bebida para o organismo

Por Patricia Machado em 15/03/2016

Aos poucos, o brasileiro vai incorporando o tradicional hábito britânico de tomar chá. De acordo com a consultoria Euromonitor, especializada em pesquisas de mercado, as vendas de chá no Brasil ultrapassaram a marca de R$ 1 bilhão em 2013 e a expectativa é de que cresça 50% até 2018.

+ Como conquistar uma barriga chapada

+ Alimentos que reduzem a gula

“Por ser uma bebida sem valor calórico, quando não adicionamos nenhum componente para realçar o sabor, que traz diversos benefícios à saúde e que existe em grande variedade de sabores, os brasileiros estão tomando mais gosto pelo chá”, explica Thaís Bufalo Moraes, nutricionista da Pronto Light, empresa com sede em São Paulo que produz e entrega pratos saudáveis prontos para o consumo.

Os chás podem ser usados para inúmeros objetivos. “Eles podem acalmar, aquecer, refrescar ou estimular. Por isso, é importante que a pessoa saiba qual chá escolher e para qual propósito”, orienta Thaís.

Não existe uma quantidade ideal de chá que as pessoas devem consumir por dia. A recomendação é evitar ingerir os chás com base de cafeína à noite, porque eles podem afetar o sono, e tomar o chá sempre após as refeições – e não antes delas.

Como preparar o chá?

Para garantir as propriedades medicinais dos chás é importante dar preferência às ervas frescas e a granel. “As ervas que já estão secas têm as suas propriedades reduzidas devido ao processo de secagem e por estarem misturadas com outros componentes”, diz a nutricionista.

Veja a maneira correta de preparar o chá e aproveitar os seus benefícios:

  • Deixe a água ferver, adicione a erva, de preferência fresca, e desligue o fogo. Tampe e espere alguns minutos (2 min)
  • Não utilize utensílios de alumínio, pois podem interferir no sabor do chá
  • Evite a adição de açúcar e adoçantes, pois interferem no sabor
  • Prepare diariamente o chá e evite guardar os chás prontos, porque as suas propriedades vão se perdendo com o tempo
  • Quando a erva for fresca, você deve lavá-la em água corrente

Propriedades dos chás

A nutricionista indica os benefícios do chá para cada tipo de problema e objetivo. Dê uma olhada:

Anti-inflamatórios: Agrião, limão, hortelã, alecrim, cavalinha, dente-de-leão, urtiga e folha de abacate

Prisão de ventre: Cáscara sagrada, zimbro, hortelã, erva-doce e capim-cidreira

Melhora no apetite: Alecrim, agrião, camomila, melissa, dente-de-leão, sálvia, manjerona e alfavaca

Antissépticos: Arnica, limão e malva branca

Combate aos radicais livres: Chá-mate

Auxilia a digestão: Hortelã, camomila, boldo, raiz de genciana, sálvia, carqueja e anis estrelado

Cicatrizantes: Eucalipto, cavalinha, maracujá, couve, babosa, bálsamo-do-peru e cardo santo

Evita a diarreia: Casca ou polpa de maçã, broto ou polpa de goiaba e casca de romã

Problemas no trato digestivo e intestinal: Erva-doce, hortelã, camomila, poejo, angélica, sálvia e funcho

Calmantes: Capim-cidreira, erva doce, maracujá, valeriana, hortelã, folha de laranja, melissa, alface, camomila e angélica

Foto: Thinkstock