Dez dicas para quem pensa em se tornar vegetariano

Por Thomas Coelho em 22/05/2015

O vegetarianismo tem conquistado cada vez mais adeptos em todo o mundo, seja por questões ligadas à religião, filosofia de vida, meio ambiente, saúde ou bem estar dos animais. Com a informação ao alcance da maioria das pessoas, foi comprovado que esse estilo de vida se mostra bem saudável, colabora para a preservação do ambiente, ajuda a controlar o ganho de peso, entre muitos outros benefícios.

+ Conheça mercadinhos naturais pelo Brasil

+ Restaurantes vegetarianos em São Paulo

Antes de tentar eliminar a carne do seu cardápio, é muito importante que você tenha um objetivo real para se tornar vegetariano, caso contrário as chances de você não levar a decisão adiante são grandes.

Cogitando mudar o seu estilo de vida? Confira dez dicas para facilitar o processo:

1. Leia bastante

Antes de começar algo novo, é muito importante se informar sobre o assunto. Com o vegetarianismo não seria diferente. Procure ler livros e blogs sobre o assunto antes de colocá-lo em prática.

2. Teste novas receitas

Você terá que adaptar o seu paladar à ausência da carne, portanto, encontrar boas receitas vegetarianas é essencial para mergulhar de cara nessa rotina. Há diversas opções deliciosas que você encontra em sites e blogs. No início, tente preparar uma receita diferente por semana e vá aumentando as suas experiências gradativamente.

3. Comece reduzindo o consumo de carne vermelha

Comece substituindo a carne vermelha por algumas receitas vegetarianas e, aos poucos, aplique o mesmo processo às carnes brancas (frango e peixe).

4. Adeque as proteínas

Um grande mito sobre os vegetarianos é de que eles não comem proteína suficiente para suprir as necessidades do organismo. A verdade é que a grande maioria das pessoas consome muito mais proteína do que realmente é necessário. Além disso, existem outros alimentos ricos em proteína que você pode incluir no cardápio vegetariano: feijão, carne de soja, lentilhas, queijo tofu, sementes de chia e linhaça, entre outros.

5. Evite “junk food”

Ser vegetariano não é um passe livre para comer todo tipo de besteira que não tenha carne, até porque você pode seguir perfeitamente esse estilo de vida e não ser saudável. Mantenha uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos, carne de soja e alimentos com baixo teor de gordura.

6. Experimente comidas “étnicas”

Uma das coisas mais interessantes de se tornar vegetariano é que isso acaba te induzindo a experimentar comidas de diferentes etnias. Há excelentes pratos italianos, indianos, chineses, tailandeses, marroquinos, e de diversos outros países, que não levam carne e que você certamente adorará experimentar.

7. Petiscos vegetarianos

Bolachinha de aveia, pão sueco, queijinhos… Eles são uma excelente opção para dar uma quebrada nos vegetais e frutas. Pesquise sobre a grande variedade de petiscos vegetarianos e tenha sempre à sua disposição em casa, no trabalho ou na estrada.

8. Converse com seus amigos e familiares

Se você realmente vai mergulhar nesse mundo, é muito importante que seus familiares e amigos saibam disso, afinal, eles fazem parte do seu cotidiano. O lado bom é que sabendo disso, eles podem até preparar receitas especiais para você e, quem sabe, se animar para enfrentar a empreitada junto. É importante explicar com detalhes as suas razões, mas sem tentar impor essa realidade para eles.

9. Planeje-se

Antes de ir para algum restaurante ou festa, é importante saber como funciona o local e se tem opções vegetarianas. Planeje-se sempre com antecedência e, caso seja necessário, leve o seu próprio lanche ou petisco para a festa.

10. Divirta-se

Não deixe que o seu novo estilo de vida se torne um fardo. Se isso acontecer, estará claro que você não tomou a decisão certa e não irá durar muito nessa rotina. Aventure-se na cozinha, esteja ciente de que está fazendo algo importante para os seus princípios e, o mais importante de tudo, divirta-se!

Via Zen Habits