Como conquistar uma barriga chapada

Por em 02/02/2016

Poucas pessoas imaginam, mas além de exercícios físicos, a alimentação é fator essencial para quem deseja uma barriga definida. Isto é, não adianta se matar de fazer abdominal na academia e continuar com aquele velho hábito de  atacar “besteirinhas”, como salgadinhos, sorvetes e biscoitos, por exemplo.

+ Alimentos que ajudam a reduzir a gordura abdominal 

A nutricionista funcional e esportiva, Camila Borduqui, explica que além da importância de uma alimentação regrada, outros hábitos, beber água, em média 2 litros ao dia, e praticar exercícios físicos regularmente, pelo menos 30 minutos ao dia, também ajudam a definir a barriga.

+ Alimentos que reduzem a gula

Veja agora quais alimentos vão te ajudar a conquistar uma barriga chapada, quais evitar e saiba o porquê de tudo isso, de acordo com a nutricionista:

Incluir

  • Chá verde
Cha_verde1

Crédito: Pixabay

Considerado um poderoso diurético natural, contribui para a eliminação de líquidos e de toxinas, além de acelerar o metabolismo, auxiliando no emagrecimento. Os chás branco, amarelo e banchá também são boas alternativas.

  • Gengibre
gengibre

Crédito: Pixabay

O gengibre tem ação termogênica, elimina toxinas, ajuda na redução da celulite e ainda auxilia na melhora do sistema imunológico.

  • Farelo de aveia
farelo de aveia

Crédito: Pixabay

Rica em fibras, o farelo de aveia controla os níveis de açúcar no sangue e colabora para o bom funcionamento do intestino, evitando o inchaço e a distensão abdominal.

  • Chia
chia

Crédito: Pixabay

Quando entra em contato com a água, a semente de chia aumenta de tamanho e forma um gel viscoso que retarda o esvaziamento gástrico, aumentando a sensação de saciedade.

  • Limão
limão

Crédito: Pixabay

O limão é um poderoso detergente natural, que ajuda a eliminar gorduras e limpar o organismo. Dica: colocar na garrafinha de água comum algumas rodelas de limão, também ajuda no processo.

  • Banana
Banana

Crédito: Pixabay

A banana é rica em amido resistente, um nutriente que contribui para a saúde intestinal e promove saciedade. Conforme amadurece, o amido é transformado em açúcar, perdendo suas propriedades. A melhor alternativa é consumi-la ainda jovem ou na forma de biomassa de banana verde, que pode ser adicionada a preparações.

  • Água de coco natural
Água de coco

Crédito: Pixabay

Rica em potássio, reduz a retenção de líquidos e a sensação de inchaço na barriga.

  • Iogurte
iogurte

Crédito: Pixabay

Fonte de cálcio e proteínas de alto valor biológico, o iogurte contém menos lactose do que o leite. É uma boa alternativa para o café da manhã e lanches intermediários, pois contribui para a sensação de saciedade, principalmente se vier acompanhados de cereais integrais.

Fugir

  • Doces
chocolate-1063751_960_720

Crédito: Pixabay

Quando consumido em excesso, o açúcar se deposita, principalmente, na região abdominal. Deixe de lado doces em geral e, para driblar a vontade de comer um doce, use como opção o chocolate 70% que além de conter flavonoides (antioxidantes), também possui um aminoácido chamado triptofano que melhora a produção de serotonina (hormônio do bem-estar).

  • Gordura trans

 Top 5 sorveterias em BH
A gordura vegetal hidrogenada, ou gordura trans, atrapalha a ação da insulina, hormônio responsável por controlar os níveis de açúcar no sangue. Ela é comumente encontrada em alimentos industrializados, como sorvetes, salgadinhos e biscoitos, pois melhora o gosto e a textura deles.

  • Gordura saturada
queijos

Crédito: Pixabay

A gordura saturada está presente nos alimentos de origem animal, como carne vermelha e laticínios. Esses alimentos são gordurosos, além de deixarem a digestão mais lenta. Evite bacon e outros cortes gordos e queijos amarelos.

  • Cereais refinados
arroz

Crédito: Pixabay

Quando passam pelo processo de refinamento, cereais como arroz e trigo perdem parte de seus nutrientes e passam a ter alto índice glicêmico, liberando açúcar rapidamente na corrente sanguínea. Quando consumidos em grandes quantidades, se transformam em gorduras e são estocados no tecido adiposo. Sempre prefira as versões integrais dos alimentos.

  • Industrializados
miojo

Crédito: Pinterest

Congelados, molhos e temperos prontos, macarrão instantâneo e embutidos são ricos em sódio, que favorece a retenção de líquidos e aumenta a pressão arterial. Além de sódio, esses produtos contêm glutamato monossódico, um intensificador de sabor que inibe a sensação de saciedade, aumentamndo a excitabilidade e a ansiedade.