Life Style

Alimentos que devem ser evitados em restaurantes por quilo ou self-service

Alimentos que devem ser evitados em restaurantes por quilo ou self-service

Segundo um estudo da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), quem tem o hábito de comer fora de casa corre o risco de estar acima do peso. O estudo também mostrou que a variedade de alimentos consumidos em restaurantes e lanchonetes, mais ricos em gordura, está associada a um maior índice de hipertensão.

+ Alimentos que reduzem a gula

+ Piores alimentos para consumir à noite

Embora a praticidade seja um forte argumento para comer fora, seguida da variedade de pratos, sabores e aromas presentes nos restaurantes self-service, alimentos manipulados em grandes quantidades e, muitas vezes, mal higienizados e mal conservados, podem impor riscos à saúde, como intoxicações alimentares, devido à presença de microrganismos (bactérias ou vírus), substâncias químicas ou tóxicas na comida.

Entre as principais causas de transmissão dessas substâncias para os alimentos estão a falta de higiene dos alimentos e do manipulador (quem prepara o alimento), o manuseio e armazenamento incorreto dos alimentos, além do controle de tempo e temperatura dos alimentos prontos para consumo.

Os sintomas mais comuns da intoxicação alimentar são vômito, diarreia, náuseas, febre, alergia, mal-estar, dor abdominal e cólica. Eles podem aparecer de uma até 48 horas após a refeição, podendo durar até quatro dias dependendo do tipo de contaminação.

Para evitar esses riscos, confira as dicas da nutricionista e diretora da APAN (Associação Paulista de Nutrição), Denise Cussioli Gonçalves:

  • Se possível, visite a cozinha do restaurante para verificar como a comida é preparada e conservada. Observe as instalações do estabelecimento e, principalmente, se os banheiros são abastecidos com pia, sabão bactericida e papel toalha para higienização das mãos
  • Verifique se todos os alimentos estão protegidos e mantidos de forma que permitam a manutenção das temperaturas indicadas para cada uma das categorias dos produtos. Se as temperaturas não estiverem de acordo, esses alimentos oferecem maior risco de contaminação
  • Observe se os alimentos são trocados com frequência, o que garante maior controle do tempo de exposição dos produtos e a manutenção da temperatura
  • Evite alimentos crus, como peixes e carnes mal passadas, fator primordial para risco de contaminação e intoxicação alimentar
  • Evite frutas amassadas, rachadas ou batidas. Alimentos danificados servem de porta de entrada para os microrganismos
  • Evite o consumo de ovos com a gema mole, ovos mexidos, gemadas, mousses, maioneses caseiras, ou qualquer outro tipo de alimento que seja produzido com ovos e que não vá para o fogo – ovos com gemas moles são potenciais portadores da bactéria Salmonela, a principal causadora da infecção alimentar
  • Evite também alimentos em conserva, como o palmito, pois a procedência do produto, o modo de preparo e conservação podem elevar o risco de intoxicação alimentar
  • Evite porções feitas com excessiva antecipação. Observe sempre a conduta dos funcionários durante o preparo

Os donos deste tipo de estabelecimento devem seguir os procedimentos e as obrigatoriedades da legislação sanitária vigente, garantindo e assegurando uma alimentação equilibrada na qualidade e higiene dos alimentos. Dentre as sugestões de alimentação fora de casa, desde que você escolha alimentos variados e frescos, o restaurante por quilo é uma opção que ajuda a suprir as necessidades diárias de nutrientes.

De acordo com a nutricionista, outra dica importante é comer com moderação. “Comer de maneira mais consciente e atenta às suas sensações de fome também ajuda a comer menos. O excesso de comida pode causar a evolução de doenças crônicas como diabetes, hipertensão e colesterol elevado. Em suma, a alimentação saudável pode ser adotada tanto em casa como em restaurantes, tudo depende das escolhas que se faz”, ressalta.

Mais em Life Style

father and son on sunset beach

Sete dicas de presentes para o Dia dos Pais

Carolina Romanini09/08/2016
rio de janeiro - thinkstock

Gírias cariocas para entender o “carioquês”

Patricia Machado06/07/2016
coisas típicas de carioca

Seis símbolos da cultura carioca

Mariana Lucas06/07/2016
Mulheres jovens sao menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Pesquisa: Mulheres mais jovens são menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Camila Natalo01/07/2016
Mulheres com decote tem 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Mulheres com decote têm 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Camila Natalo29/06/2016
cinquentona com corpo escultura - capa - reproducao

Cinquentona impressiona com corpo escultural

Patricia Machado27/06/2016
garoto triste e isolado - thinkstock

Ausência do pai é prejudicial na criação de meninos e pode levar ao suicídio, diz especialista

Mariana Castro24/06/2016
aperto de mao

Fraco aperto de mão dos jovens pode resultar em desemprego, diz pesquisa

Patricia Machado23/06/2016
Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Camila Natalo20/06/2016
Latam Divulga

LinkedIn divulga lista das empresas mais procuradas para trabalhar no Brasil

Redação Apontador20/06/2016
pessoas rabugentas ao andar de aviao - Thinkstock

Pesquisa explica por que as pessoas ficam rabugentas ao viajarem de avião

Patricia Machado17/06/2016
Como aproveitar as comidas tipicas da epoca sem brigar com a balanca

Como aproveitar as comidas típicas da época sem brigar com a balança

Camila Natalo17/06/2016
felicidade humor

Pesquisa descobre que não é possível comprar a felicidade

Patricia Machado10/06/2016
Coque no cabelo pode ser a razao da solteirice de certos homens

Coque no cabelo pode ser a razão da solteirice de muitos homens

Camila Natalo08/06/2016
Suecia

Suécia é eleito o país que mais contribui para a humanidade

Patricia Machado06/06/2016