O conteúdo de locais está por todos os lados

Por Redação Apontador em 27/10/2016

O conteúdo de locais está em qualquer lugar. Do café da esquina até a farmácia, o restaurante, o parque, a oficina mecânica, o posto de gasolina… basicamente, todo e qualquer ponto de interesse com o qual nos deparamos diariamente. A informação que a gente carrega sobre esses locais está muito relacionada à maneira como tocamos o nosso dia.

Atualmente, tanto as pequenas como as grandes cidades têm uma vida própria: o seu comportamento, as suas tendências, os seus hábitos, tudo isso define os seus padrões e o seu próprio DNA. Dito isso, como seria poder entender exatamente o que uma cidade ou bairro específico está procurando? E que tal prever quais serviços ou lugares as pessoas estão buscando onde vivem?

Esse cruzamento de informações é o que chamamos de “intenção”, que é capaz de construir o interesse coletivo de uma região – como ela se sente, onde come e como se movimenta. A intenção ainda pode, muitas vezes, permitir a antecipação de certos comportamentos.

Quando falamos de online para offline (O2O), saber o que o consumidor precisa significa sair na frente. A partir do momento em que concluímos a equação “quem + o que + onde”, temos uma nova ferramenta que nos permite definir PERSONAS. Por exemplo, um usuário procurando uma concessionária da BMW e pedindo direções de um bairro específico ou uma pessoa que busca um supermercado acessível e o endereço de um restaurante no horário do almoço. Fica claro que a intenção nos permite desenhar o perfil desses consumidores, de maneira que isso renda alguns insights para marcas e anunciantes. Assim, elas podem alocar os seus recursos de maneira mais assertiva em locais específicos ou determinadas áreas da cidade.

Além disso, este é um verdadeiro turning point da sociedade, que se sustenta no fato de que tudo, agora, é digital. Até o chamado mundo ‘offline’ não faz mais jus ao seu nome, uma vez que hoje é possível se conectar em qualquer lugar graças à tecnologia mobile.

Para nós, a intenção é uma espécie de ponto de partida e, aqui no Apontador, notamos que as intenções dos nossos usuários evoluem conforme o tempo. Hoje, o comportamento mobile conquistou o seu reinado sobre praticamente todos os demais devices. Os usuários que nos visitam todos os meses estão em busca de dez categorias principais: saúde, alimentação, carros, serviços públicos, construção, serviços financeiros, educação, beleza, imóveis e animais.

Se “quando alguém clica nos botões ‘ligar’ ou ‘traçar a rota’, ela está conectada à loja mais próxima dela”, como disse Sheryl Sandberg, COO do Facebook, em uma entrevista para o GeoMarketing.com, nós seríamos responsáveis por mais de 34 milhões de conexões ao ano. O nosso objetivo é continuar facilitando essas conexões para as PMEs, levando os consumidores do mundo online para o offline e vice-versa – e garantindo, é claro, que suas experiências offline sejam compartilhadas com outras pessoas que possam ter intenções semelhantes.

Por Jose Larrucea, CEO do Apontador