Finanças

Seis erros que podem levar à demissão

Seis erros que podem levar à demissão

Em tempos de crise, ninguém quer ser surpreendido pelo desemprego, não mesmo? De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem, atualmente, cerca de 12 milhões de desempregados — e, por causa da crise financeira, esse número ainda poderá aumentar.

+ Quais são os direitos do trabalhador em caso de demissão?

+ Dicas para se sair bem em uma entrevista de emprego

Diante deste cenário, o funcionário precisa ficar atento para evitar que pequenos deslizes possam se transformar em motivos que justifiquem o seu desligamento.

Para evitar contratempos, conheça algumas atitudes que podem influenciar negativamente a maneira como você é visto dentro da empresa:

Mau relacionamento com os colegas

Os gestores buscam funcionários que sejam flexíveis e consigam se relacionar bem com as pessoas. Por isso, tente não se envolver em intrigas, seja positivo e ajude os colegas sempre que possível. “Esse tipo de comportamento é extremamente bem visto e pode levar a uma futura promoção”, diz Guilherme.

+ 7 dicas para se reposicionar profissionalmente – mesmo em tempos de crise

Falta de qualidade nas entregas

Quando o funcionário não está muito satisfeito com o seu trabalho é comum que haja uma queda em seu rendimento e isso pode ser um motivo para a demissão. “Quando estamos à frente de um projeto é necessário ter dedicação total. O produto final é o espelho do seu empenho e, se você não entrega a tarefa completa, pode se preparar para entregar currículos”, afirma o especialista.

Cometer os mesmos erros

Já diz o ditado que persistir no erro é sinal de burrice. Por isso, o bom funcionário é aquele que aprende com o que deu errado e é capaz de analisar os resultados negativos. “Se você receber uma bronca, não leve para o lado pessoal. O seu superior tem a missão de te orientar quando perceber que você não está indo bem em determinada tarefa. Saiba ouvir e não repita os mesmos erros que te fizeram ganhar um sermão”, orienta Guilherme.

Reclamar da empresa 

Falar mal da empresa é um hábito comum, porém prejudicial. Ao reclamar frequentemente do salário, do chefe ou do cargo em que atua, você pode transmitir a ideia de que gostaria de ser demitido. “As notícias ruins são as primeiras a chegar e essa insatisfação pode alcançar a chefia”, ressalta o especialista.

Chegar atrasado

Imprevistos acontecem e isso é compreensível. O problema é tornar isso um hábito. Afinal, as empresas gostam de funcionários que demonstram comprometimento e o atraso pode mostrar que o empregado não possui essa característica. “Quando ocorrer alguma eventualidade, informe o seu chefe. Às vezes, não é o atraso que o irrita, mas, sim, a sua falta de comprometimento”, explica Guilherme Maynard, diretor da Prepara Cursos, rede de cursos profissionalizantes.

Estagnar na carreira

Com o mercado de trabalho cada vez mais concorrido, é importante desenvolver novas competências. Isso mostrará que você está com vontade de crescer na empresa e quer novos desafios. “A busca por qualificação deve ser constante. Dominar as novas linguagens tecnológicas e ter na ponta da língua outro idioma é essencial para um plano de carreira. Quando você amplia o currículo, a empresa reconhece a sua dedicação e você, certamente, será recompensado”, afirma Guilherme.

Foto: Getty Images

Mais em Finanças

Close up of hand entering pin at an ATM.

Seguro-desemprego: saiba como funciona e tire suas dúvidas sobre o benefício

Carolina Romanini18/01/2017
City Scape Businessman Leader Thinking Concept

Pesquisa mostra que executivos confiam no crescimento de suas empresas em 2017

Mariana Castro18/01/2017
Team Huddle Harmony Togetherness Happiness Concept

Cinco passos para criar a cultura de uma empresa

Mariana Castro17/01/2017
Young business people joining hands together for success

Ranking elege as 50 empresas mais adoradas por seus funcionários

Patricia Machado16/01/2017
woman

Sucesso é fruto da personalidade e não da inteligência, aponta pesquisa

Mariana Castro13/01/2017
Depressed couple doing their accounting

País encerra 2016 com 58,3 milhões de brasileiros inadimplentes, aponta relatório

Patricia Machado12/01/2017
woman

Levantamento elege os melhores países para trabalhar como estrangeiro

Patricia Machado11/01/2017
Saving to buy a house

Receita Federal libera consulta a lote residual do Imposto de Renda 2016

Patricia Machado09/01/2017
Loving couple doing Christmas shopping together

Cuidados na hora de comprar produtos em liquidação

Mariana Castro09/01/2017
Financial accounting

Entrega da declaração do Imposto de Renda 2017 começa dia 2 de março

Patricia Machado06/01/2017
Close up of female accountant or banker making calculations

17% das empresas de pequeno porte estão inadimplentes, aponta relatório

Patricia Machado05/01/2017
Saving

80% dos brasileiros pretendem economizar mais em 2017, diz pesquisa

Patricia Machado03/01/2017
Asian Businesswoman Leading Meeting At Boardroom Table

Cinco dicas para crescer na empresa

Patricia Machado02/01/2017
woman in hammock on the beach

Sete ações para tornar o recesso de fim de ano mais produtivo

Patricia Machado30/12/2016
Stressed businessman

Desemprego atinge 12 milhões de brasileiros, diz IBGE

Patricia Machado29/12/2016